Vinhedo capacita 3.200 jovens empreendedores

Vinhedo-capacita-3.200-jovens-empreendedores

O programa Jovens Empreendedores – Primeiros Passos, foi desenvolvido pela prefeitura de Vinhedo, em parceria com o Sebrae. O objetivo do programa é disseminar entre os estudantes a cultura empreendedora, de forma a despertar e fortalecer a iniciativa e a autonomia perante o conhecimento.

Vinhedo foi a primeira cidade das 22 atendidas pela regional do Sebrae em Campinas a aderir ao programa Jovens Empreendedores – Primeiros Passos em sua rede pública de ensino.

O projeto foi implantado em Vinhedo no segundo semestre do ano passado, quando professores da Rede Municipal de Ensino foram capacitados para promoverem em sala de aula atividades educativas e comportamentos empreendedores por meio de vivência de um negócio.

Em 2014 o trabalho começou a ser desenvolvido com cerca de 3.200 estudantes que frequentam as escolas de ensino fundamental II de Vinhedo, do 6º ao 9º ano. Para o prefeito Jaime Cruz (PV), que assinou o convênio com o Sebrae quando ainda ocupava o cargo de secretário da Educação em Vinhedo, o programa soma-se à formação escolar e apresenta aos estudantes, ainda na adolescência, o mundo dos negócios e os primeiros passos para a conquista da independência financeira. “É um grande avanço para toda a cidade porque estamos preparando os nossos jovens vinhedenses, já nas escolas, para se tornarem grandes empreendedores no futuro”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

Este ano, o projeto foi incorporado na rotina dos alunos, com orientações para aprenderem a formar planos de negócios, de maneira a estimular comportamentos empreendedores.


O material didático do Sebrae utilizado inclui cartilhas com temas específicos para alunos e professores, de acordo com o nível de escolaridade. Os estudantes de cada ano de estudo (6º, 7º, 8º e 9º ano) participam de oficinas teóricas e práticas com temáticas diferentes – adequadas a cada ano de estudo – e desenvolvem suas habilidades e capacidades de entendimento profissional, compreendendo na prática como sua atuação pode estimular o crescimento econômico e até como estruturar seu próprio negócio.

O mais importante, segundo o secretário de Educação, José Luís Bernegossi, é que o projeto incorpora a cultura empreendedora na rotina escolar dos alunos. “Uma das vantagens do projeto é a melhora no desempenho dos alunos, especialmente em disciplinas básicas como Matemática e Língua Portuguesa. A metodologia apresenta dados do cotidiano, como cálculos, porcentagens e descontos, planos de negócios e administração de empresas, ou seja, tudo que favorece o aprendizado”, explicou o secretário de Educação.

Fonte: Assessoria de Imprensa da P.M de Vinhedo

Secretaria Estadual de Comunicação