Sem alianças PV confirma Natalini como candidato a Governador

Sem-alianças-PV-confirma-Natalini-como-candidato-a-Governador-001

Pela quinta vez consecutiva, os Verdes do Estado de São Paulo entram na disputa para uma eleição estadual sem coligação com outras legendas. Foi assim em 1998, quando lançou seu candidato ao Senado e listas próprias nas proporcionais, foi assim também em 2002, 2006 e 2010, quando lançou candidaturas próprias ao Governo do Estado, ao Senado e aos parlamentos estadual e federal.

Em 2014, repetindo os números de anos anteriores, as listas proporcionais de pré-candidatos aos parlamentos excederam o número de vagas existentes, deixando muitos postulantes na lista de suplentes. Sendo assim, mais uma vez, o PV-SP apresentará 99 candidatos à Câmara Federal, para um total de 70 cadeiras em disputa e 141 candidatos à Assembleia Legislativa, para um total de 94 cadeiras em disputa.

 

A Convenção Estadual
Sem-alianças-PV-confirma-Natalini-como-candidato-a-Governador-001

Em uma grande festa, realizada durante todo o dia deste último domingo, em uma casa de eventos no bairro da liberdade, na capital paulista, o Partido Verde repetiu o ritual que já lhe é peculiar, transformando suas convenções partidárias em memoráveis confraternizações entre seus ativistas e dirigentes. Ainda não era 10 horas da manhã e o enorme salão preparado para recepcionar os candidatos, ativistas e dirigentes de todo estado, estava totalmente tomado.

O Presidente estadual, Marcos Belizário, abriu os trabalhos lembrando a trajetória da legenda, os avanços e conquistas que paulatinamente foram alcançados nas últimas duas décadas de intenso trabalho e dedicação. O Secretário Estadual de Organização, Arnaldo juste Jr., relatou o processo bem sucedido de formação das listas proporcionais, promovido pelas coordenadorias regionais (bacias) que resultou, mais uma vez, em um número expressivo de candidatos. A Secretária Nacional de Assuntos Jurídicos, Vera Motta, fez um breve relato sobre as regras impostas e os procedimentos que serão exigidos nestas eleições. Outros dirigentes e parlamentares fizeram uso da palavra encerrando a face preliminar dos trabalhos.

O candidato do Partido Verde à Presidência da República, Eduardo Jorge, foi festejado e aplaudido pela plenária. Em seu curto pronunciamento, relembrou pontos das diretrizes programáticas e salientou a importância da participação da legenda no atual cenário político. Em seguida, o presidente nacional, José Luiz de França Penna, fez o chamamento ao coletivo partidário, para intensificação da militância e envolvimento de todas na campanha que se inicia.

Sem-alianças-PV-confirma-Natalini-como-candidato-a-Governador-002

Natalini foi o último a se pronunciar. Em um discurso contagiante, ele apresentou e destacou as diretrizes de seu Programa de Governo, salientando os avanços que os verdes poderão fazer à frente do Governo Estadual. Ao final de seu pronunciamento, em uma chamada conduzida pelo presidente estadual da legenda, Natalini foi escolhido pela plenária, por aclamação, o candidato do Partido Verde ao Governo do Estado de São Paulo.

Para compor a chapa majoritária, os convencionais deliberaram que a Executiva Estadual escolherá, em tempo hábil, quem ocupará a vaga de candidata a vice-governadora. Já para o Senado, foi referendado o nome do líder indígena, Kaká Verá, tendo como suplentes, Jean Nascimento (PV Diversidade) e o dirigente estadual Hélio Amorim.

 

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo