Rede e PV formam aliança e Eduardo Jorge integra a chapa presidencial

Agora é fato, o ex-deputado federal e ex-candidato à Presidência da República pelo Partido Verde, Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho, será vice na chapa de Marina Silva, da Rede SustentabilidaEm um cenário muito pobre da política nacional, a candidatura Marina Silva/Eduardo Jorge trás uma certa dose de seriedade e pode recuperar o ânimo de boa parte do eleitorado insatisfeito com a atual conjuntura.

Setores majoritários, tanto da Rede, como do PV, vibraram com a possibilidade de estarem juntos nesta campanha presidencial. Por ser uma aliança tardia, os partidos não conjugaram ações regionais e trabalharão objetivamente nos estados buscando, em alguns casos separadamente, eleger parlamentares e angariar votos para suplantar a chamada cláusula de barreira.

Que é Eduardo Jorge?

Nascido na Bahia, criado na Paraíba e radicado em São Paulo, o médico sanitarista Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho iniciou a militância política em 1968, no extinto Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR). Foi um dos fundadores do PT. Depois de exercer um mandato de deputado estadual, foi eleito para outros quatro mandatos de deputado federal. Em 1989, assumiu a Secretaria Municipal da Saúde, no governo de Luiza Erundina (SP), cargo que ocupou até abril de 1990. Em 1991, de volta a Câmara Federal, propôs a remoção das marcas comerciais de medicamentos, um avanço para o surgimento dos futuros medicamentos genéricos. O projeto não chegou a ser votado, mas dois anos depois o então ministro da Saúde baixou um decreto viabilizando a criação dos genéricos. Mas foi só em 1999, com nova participação do parlamentar, que os genéricos se tornaram realidade, na gestão de então ministro da Saúde, José Serra.

Em 2001, assumiu a secretário de Saúde da capital paulista, na gestão de Marta Suplicy (SP), ficando até dezembro de 2002, período em que foi um dos principais responsáveis pela regulamentação das leis do SUS (Sistema Único de Saúde) na capital, dobrando o número de médicos para o Saúde da Família, programa cujo objetivo foi dar atenção básica à população por meio de médicos especialistas. Também é coautor da legislação constitucional sobre Seguridade Social (Saúde, Previdência e Assistência Social) e autor/coautor de leis brasileiras que regulamentam os medicamentos genéricos, o planejamento familiar e a estetização voluntárias, as leis de vinculação de recursos orçamentários para o SUS e de restrição ao uso do amianto, assim como da lei orgânica da Assistência Social. Foi secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente nas administrações dos prefeitos Serra/Kassab, na cidade de São Paulo.

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo