Encontro na Alesp cria fórum dos prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais do Partido Verde

Por: Carlos Marx

 Gestores e dirigentes verdes se reuniram na manhã do último sábado (12/4), no Auditório Teotonio Vilella, na Assembleia Legislativa paulista, para discutir a criação do “Fórum Estadual de prefeitos, vices e secretários municipais do Partido Verde”, assim como experiências administrativas e o modo verde de governar.No evento, conduzido pelo dirigente estadual do PV, Hélio Amorim, os participantes também debateram algumas metas para o fortalecimento da sigla nos quesitos construção, organização e comunicação.

Dentre os participantes os dirigentes e secretários de Meio Ambiente Carlos Marx (Osasco) e Evangelista Limas (Itapevi). Ainda, Gilberto Natalini, vereador verde da cidade de São Paulo e pré-candidato ao cargo de Governador; José Luiz de França Penna, dirigente nacional do PV e deputado federal; e Eduardo Jorge, médico sanitarista e pré-candidato à presidência da República pelo PV.

Também, os prefeitos Ricardo da Silva Sobrinho, de Santo Antônio da Alegria; Padre Gabriel, de Santa Isabel; Marcio Pampuri, de Mairopã; e o deputado estadual Beto Tricoli.

Após as boas vindas, Hélio Amorim justificou as ausências e sintetizou a importância da criação de um fórum entre porta-vozes de bacias e dirigentes municipais. “Precisamos pensar o partido a curto, médio e longo prazo”, disse.

Para o dirigente do PV Osasco, Carlos Marx, é importante aproximar os gestores verdes, para promoverem um intercâmbio de idéias e  ações desenvolvidas,  sobretudo as inovadoras.

“Precisamos favorecer e fortalecer as ações verdes, especialmente as que envolvam  participação da sociedade e divulgar o que estamos realizando. Para isso,  é preciso investir em comunicação, criar um site, página no facebook”, acentiou Marx.

O tema meio ambiente não poderia faltar durante as discussões, visto que, é foco principal do PV.

“Para entender o que é sustentabilidade e compreender o porquê de precisarmos plantar árvores temos de gostar de estudar. Para entender e discutir questões polêmicas e difíceis nós, também, precisamos estudar bastante. Devemos viver a ideologia do PV”, falou Eduardo Jorge ao abordar assuntos como mudanças climáticas, ausência de chuvas em São Paulo e o programa “Viver Bem – Viver Verde: diretrizes programáticas do Partido Verde”.

O deputado federal Penna mencionou os últimos escândalos políticos ocorridos no Brasil, citou a extrema necessidade de se reavaliar a condução da economia brasileira e a ampliação das discussões ligadas ao aborto, drogas, sexualidade. “Recomendo que todos leiam, estudem e façam observações ao programa apresentado pelo companheiro Eduardo Jorge”.

Para o deputado Beto Tricoli, o PV tem condições de consolidar ações e unificar a linguagem entre os verdes e, então, citou a importância do programa Cidades Sustentáveis que funciona como uma agenda para a sustentabilidade, agrupando de modo integrado as dimensões social, ambiental, econômica, política e cultural e abordando as diferentes áreas da gestão pública em 12 eixos temáticos.

“Temos de ter lucidez no sentido de discutir e propor ideias. O PV pensa e discute sustentabilidade faz muitos anos. Precisamos discutir política versus prefeitura. Qual é o papel do partido numa cidade que tem um prefeito verde?”, questionou.

O prefeito Marcio Pampuri falou do ICM Ecológico, de questões ligadas à água na sub-bacia hidrográfica Juqueri-Cantareira e da assinatura de convênio de participação complementar ao Programa de Eficiência Energética que visa redução do consumo de energia.

O padre Gabriel, prefeito de Santa Isabel, resumiu a importância do fórum no sentido de promover reflexões, apontar caminhos e fortalecer a sigla no Estado.

A leitura do “Regimento do Fórum Estadual de Prefeitos, Vice-prefeitos e Secretários Municipais do Partido Verde – São Paulo” ocorreu de forma tranquila e foi aprovada com apenas duas alterações.

O documento traz uma série de objetivos que visam uma maior participação da comunidade junto aos municípios governados pelo PV, fortalecimento das ideias e propostas dos prefeitos, promoção da interação da bancada estadual e federal, entre outros itens.

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo