Próximo dos 90 mil filiados e dos 500 diretórios ativos, PV-SP está quase pronto para 2016

proximo dos 90 mil filiados

Por: Claudio Turtelli

O Partido Verde do Estado de São Paulo (PV-SP) conta hoje com 88.939 filiados, de acordo com as listas entregues aos cartórios eleitorais pelas direções municipais da legenda, em outubro passado.

Dos 645 municípios existentes no estado de São Paulo, o PV conseguiu se organizar, até o momento, em 494 deles, tendo ainda um bom tempo para ampliar este número, até as eleições de 2016.

Nas eleições municipais de 2012, o PV-SP se organizou em 533 municípios e apresentou 109 candidatos ao cargo de prefeito, dos quais 32 foram eleitos. Foram 129 os candidatos ao cargo de vice-prefeito, dos quais 47 foram eleitos e, 4.942 candidatos ao cargo de vereador, dos quais 436 foram eleitos, posicionando-se, com estes números, entre os seis partidos que mais elegeram vereadores, prefeitos e vice-prefeitos no estado de São Paulo e o quarto mais votado, em número de votos proporcionais. Lembrando que, os números de votos e de prefeitos eleitos só não foram maiores nas eleições de 2012 porque a legenda, entre outros descuidos, deixou de apresentar candidaturas próprias em várias cidades polos (com mais de 200 mil habitantes) e também porque ocupou as vagas de vice-prefeito em muitas cidades aonde teria condições de vencer as eleições ocupando a cabeça de chapa.

Como o PV-SP tornou a eleger uma base parlamentar forte nas eleições de 2014 (seis deputados estaduais e três deputados federais), se posicionando entre as quatro maiores bancadas da ALESP, suas chances de aumentar a representatividade nas câmaras e nos paços municipais torna-se concreta e pode dar a legenda uma boa base nos municípios, visando as decisivas e cruciais eleições de 2018. É esperar pra ver.

No link abaixo, a relação nominal completa dos filiados do PV-SP em 14.10.2015.
http://www.pvsp.org.br/images/documentos/2013/O_Mapa_do_PV_SP/04-05-2015/Relatorio-filiados-abril-de-2015.pdf

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Próximo dos 90 mil filiados e dos 500 diretórios ativos, PV-SP está quase pronto para 2016

proximo dos 90 mil filiados

Por: Claudio Turtelli

O Partido Verde do Estado de São Paulo (PV-SP) conta hoje com 88.939 filiados, de acordo com as listas entregues aos cartórios eleitorais pelas direções municipais da legenda, em outubro passado.

Dos 645 municípios existentes no estado de São Paulo, o PV conseguiu se organizar, até o momento, em 494 deles, tendo ainda um bom tempo para ampliar este número, até as eleições de 2016.

Nas eleições municipais de 2012, o PV-SP se organizou em 533 municípios e apresentou 109 candidatos ao cargo de prefeito, dos quais 32 foram eleitos. Foram 129 os candidatos ao cargo de vice-prefeito, dos quais 47 foram eleitos e, 4.942 candidatos ao cargo de vereador, dos quais 436 foram eleitos, posicionando-se, com estes números, entre os seis partidos que mais elegeram vereadores, prefeitos e vice-prefeitos no estado de São Paulo e o quarto mais votado, em número de votos proporcionais. Lembrando que, os números de votos e de prefeitos eleitos só não foram maiores nas eleições de 2012 porque a legenda, entre outros descuidos, deixou de apresentar candidaturas próprias em várias cidades polos (com mais de 200 mil habitantes) e também porque ocupou as vagas de vice-prefeito em muitas cidades aonde teria condições de vencer as eleições ocupando a cabeça de chapa.

Como o PV-SP tornou a eleger uma base parlamentar forte nas eleições de 2014 (seis deputados estaduais e três deputados federais), se posicionando entre as quatro maiores bancadas da ALESP, suas chances de aumentar a representatividade nas câmaras e nos paços municipais torna-se concreta e pode dar a legenda uma boa base nos municípios, visando as decisivas e cruciais eleições de 2018. É esperar pra ver.

No link abaixo, a relação nominal completa dos filiados do PV-SP em 14.10.2015.
http://www.pvsp.org.br/images/documentos/2013/O_Mapa_do_PV_SP/04-05-2015/Relatorio-filiados-abril-de-2015.pdf

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Em 2016 direção estadual terá nova sede

pvsp 22 12 2015

A direção estadual do PV-SP terá sua nova sede em 2016. O prédio, já alugado, passa por reformas e deve ser entregue aos filiados em fevereiro, assim que findar o recesso parlamentar. O novo endereço fica na Avenida 9 de julho, próximo à ALESP, há poucas quadras da avenida Paulista.

Desde de que saiu da Rua dos Pinheiros 812, em 2007, a sede estadual vem funcionado na Rua Bartholmeu de Gusmão, 30, Vila Mariana, aonde o expediente deve ser mantido até meados de janeiro de 2016.

O novo endereço, com uma melhor localização, próximo à hotéis, restaurantes e muitos outros serviços, possui também um amplo estacionamento. Além do setor administrativo, a nova sede estará apta a receber uma série de atividades, dando mais conforto e privacidade, principalmente aos filiados e dirigentes de chegam do interior do estado.

Uma grande festa de inauguração está sendo preparada para o meados de fevereiro de 2016 e, em tempo, todos serão convidados.

Serviço:

Os serviços administrativos na sede do PV, ainda localizada na Rua Bartholmeu de Gusmão, 30, Vila Mariana, serão interrompidos neste dia 23 de dezembro e reiniciados no dia 04 de janeiro de 2016 (ferias coletiva).

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




COP 21: Carta Verde das Américas

verdes das americas2

Os Verdes das Américas têm demonstrado grande vitalidade, como resultado de sua complexidade histórica e multicultural – um produto do centenário encontro entre os povos autóctones e cultura ocidental. Esta diversidade multicultural e complexidade histórica estão se tornando a própria alma do movimento ambientalista. Nas Américas, ainda existem diversos mega ecossistemas e espaços naturais que regulam o clima. Este tesouro do património natural é protegido pelos partidos verdes da região.

Três dos mais poderosos Partidos Verdes do mundo podem ser encontrados na Federação de Partidos Verdes das Américas (FPVA): os partidos verdes do Brasil, Colômbia e México que, juntos, representam mais de 6 milhões de eleitores. Além de ocuparem diversos cargos oficiais dentro de seus governos, tanto no nível executivo quanto legislativo, estes partidos têm sido uma força motriz na implementação das agendas ambientais em seus respectivos países. É precisamente por isso que esses três partidos – México, Colômbia e Brasil – atualmente regem a Federação de Partidos Verdes das Américas, uma organização internacional com representação ativa em 13 países do continente. A FPVA foi criada em 1998 e, durante 17 anos, tem apoiado o fortalecimento da política ambiental por toda a região.

A FPVA considera que o aquecimento global não será controlado reduzindo parcialmente as emissões de CO2. Na verdade, consideramos que o mínimo necessário para estabilizar a situação global do clima deva ser um plano de emissões de gases que permita não mais do que 1,5 graus acima da temperatura média global. No entanto, acreditamos que a situação não possa ser controlada se a humanidade continuar a destruir sistematicamente os ecossistemas destinados a equilibrar as emissões de gases do efeito estufa; ecossistemas que regulam o clima mantendo as florestas, os mares e os oceanos vivos.

A única solução sustentável consiste em trabalhar sobre a raiz do desequilíbrio ecológico e isso implica no desenvolvimento da consciência ambiental da humanidade. Acreditamos que a obrigação essencial dos partidos verdes do mundo é promover condições de vida que permitam alcançar essa consciência ambiental.

Propomos:

– estabelecimento de sistemas de ensino que promovam uma visão alternativa da economia e da sociedade, aquela em que o planeta é visto como a casa comum para a humanidade e onde a vida seja respeitada em todas as suas formas;

– implementação de sistemas de justiça social a fim de permitir uma distribuição justa da riqueza e para combater a pobreza;

– modificação do atual modelo de crescimento econômico baseado na produção-consumo.

Em suma, os Verdes das Américas acreditam que a COP-21 deve chegar a um acordo para reduzir as emissões com objetivo de 1,5 graus e que o fundo criado para ajudar as nações mais vulneráveis seja realmente e utilizado para esse fim.

París, dezembro de 2015.

Federação de Partidos Verdes das Américas (FPVA)
Fonte: Secretaria Nacional de Relações Internacionais – PV

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Vale do Paraíba: Vice-prefeito do PV assume prefeitura e verdes de São José dos Campos já têm pré-candidata à prefeita

vale do paraiba vice prefeito do PV assume prefeitura

Os verdes do Vale do Paraíba estão em festa. O mês de dezembro começou com excelentes notícias. Primeiros porque a maior parte das cidades pertencente a Bacia 8 (75%) já estão organizadas ou se organizando para as eleições 2016, somando-se ai a boas notícias de que a maior cidade da Região (São José) já tem sua pré-candidata à prefeita. Para completar, o vice-prefeito de São Bento do Sapucaí (PV) tomou posse e assumiu o cargo de prefeito.

Em São José dos Campos – em festa de confraternização – o PV local anunciou, no último sábado (5), a pré-canditadura de Claude Mary ao cargo de prefeita da cidade, nas eleições de 2016. O acontecimento reuniu mais de 500 pessoas, entre ativistas e simpatizantes. Além dos dirigentes municipais, marcaram presença o coordenador regional da Bacia 8, deputado estadual Padre Afonso (PV-SP) e muitos pré-candidatos que comporão a chapa verde de vereadores.

Os dirigentes do PV-SJC atestam que Claude Mary tem ampla experiência na administração pública, inclusive participando, como Secretária de Governo do município em gestão anterior. Para o dirigente verde, deputado Padre Afonso, um intusiasta da candidatura de Claude Mary, “o Partido Verde tem um projeto para São José dos Campos e, para isso, lança uma pré-candidata à prefeitura. Não será fácil, mas agora temos dirigentes em número e com capacidade para apresentar uma alternativa ao que está aí.” Já Claude, a pré-candidata, diz ter encontrado na atual executiva municipal um grupo forte, coeso e motivado, que certamente a ajudará muito nessa missão. “Minha pré-candidatura é embrionária, uma carta de intenções, mas à partir de janeiro iremos dar início as conversas com as demais lideranças”.

vale do paraiba vice prefeito do PV assume prefeitura2

Em São Bento do Sapucaí, no fim de novembro, o colegiado da Câmara de Vereadores local cassou o mandato do prefeito eleito (PDSB), decisão ratificada também no judiciário local, emposando, assim, o vice-prefeito em exercicio, Ronaldo Rivelino Venâcio (PV), mais conhecido pelos munícipes com Ronaldo Barracão. Ele é natural de São Bento do Sapucaí, comerciante e produtor rural, filho do ex-prefeito Antônio Ademir Venâncio. Foi vereador (desde 2005), vice-presidente da Câmara Municipal, presidente da comissão de serviços e obras públicas do município, representante das Câmaras Municipais de São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão, no Comitê das Bacias da Serra da Mantiqueira. É o atual presidente do diretório do PV em São Bento do Sapucaí.

Fonte e fotos: Diretório Municipal do PV de São José dos Campos

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




PV-SP no rádio e na TV

img 0004 15 03 2016

A Secretaria Estadual de Comunicação regionalizou as inserções semestrais do PV-SP que estão sendo veiculados desde de 14 de março nas redes de rádios e televisões de São Paulo. Mais de 40 filiados participaram das gravações.

Com a regionalização das inserções do PV-SP, distribuídas para 58 transmissoras de TV e mais de 450 emissoras de rádios, cobrindo um universo de quase 40 milhões de ouvintes e telespectadores em todo o estado, abriu-se um largo espaço para que várias personalidades do PV mandassem seus recados. Cinco inserções de 30 segundos por dia, com a propaganda do PV, serão veiculadas no horário nobre das emissoras de rádio e televisão, entrando em todas as redes nos dias 14,16,18 e 21 de março.

Mirando as eleições de outubro próximo, dirigentes e filiados que participaram das gravações focaram seus recados chamando a atenção da sociedade paulista para os desmandos da política tradicional, o desgaste do atual modelo político e a necessidade de mudança.

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




Festa de confraternização do PV-SP será dia 21 de dezembro

Festa de confraternizacao do PV SP

Já está marcada a tradicional festa de confraternização de fim de ano do Partido Verde do Estado de São Paulo. Será no dia 21 de dezembro, a partir das 18:30h e, como em anos anteriores, ela acontecerá no badaladíssimo Bar Brahma Aeroporto, localizado na Av. Olavo Fontoura, 650 – em frente ao Anhambi – no bairro de Santana, São Paulo.

O bar possui 770 metros2, tem um hangar com salão grandioso e repleto de detalhes. Abriga 800 pessoas e é decorado de forma sutil, mas permite alguns excessos como um avião preso ao teto. Dividido em vários ambientes, tem dois palcos e um belo deck com vista para a pista do Aeroclube. A decoração reúne atrativos como imagens antigas da aviação brasileira, concedidas pelo Museu do Aeroclube, e Café da MPB no hall de entrada.

A tradiconal festa dos Verdes de São Paulo, que marca o término do ano letivo de 2015, é também um encontro para dar o “start” na campanha de 2016. Este ano também está confirmada a participação de todos os membros da direção estadual. Também é esperada a presença de nossos deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, dirigentes e pré-candidatos majoritários de diversas grandes cidades do interior.

Qualquer filiado pode fazer sua reserva para participar da festa através do e-mail anna43@terra.com.br ou através dos telefones (11) 3628-4300/3628-4333 (horário comercial). Não haverá taxa para inscrição, mas a reserva será necessária para garantir o acesso. O consumo de bebidas será cobrado pelo estabelecimento, diretamente dos cosumidores.

Acesse o site abaixo e saiba mais sobre o local da confraternização. Tenha também acesso ao mapa de como chegar:

http://www.barbrahmaaeroclube.com/#!location/c14xr

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Verdes participam de passeatas pelo Clima no Brasil e no mundo

verdes participam de passeatas pelo clima no brasil e no mundo

Este último domingo (29.11) foi marcado com passeatas em favor do Clima em várias cidades brasileiras e em muitas outras grandes cidades, em todo o planeta. Na maioria das cidades brasileiras, o PV colocou seus ativistas e dirigentes nas ruas, cumprindo seu papel na defesa das questões ambientais. Na foto acima, momentos da passeata realizada na cidade do Rio de Janeiro.

Na França

verdes participam de passeatas pelo clima no brasil e no mundo2

Fabiano Carnevale, secretário de relações internacionais do Partido Verde, co-presidente da Federação de Partidos Verdes das Américas e delegado oficial da organização Global Greens para a COP-21, que junto com outros dirigentes do PV Brasil está em Paris, participou no último domingo das manifestações e nos enviou o seguinte relato:

“Contrariando a proibição do governo francês, os movimentos sociais e os verdes se reúniram na Place de la Republique para um ato pelo clima.

Parti com alguns verdes de uns quarteirões acima, percorrendo um roteiro doloroso por pontos dos atentados de 13/11, inclusive o Bataclan. Pelo caminho, diversos memoriais recordam, lamentam mas principalmente, gritam contra o fundamentalismo e clamam por solidariedade, amor e paz. Bonito, emocionante e solene. Havia quase um silêncio lamentoso (embora firme e resistente) na nossa pequena marcha ao passar por cada memorial erguido pela vítimas do 13/11.

Ao chegar na Republique, era possível perceber a polícia francesa se preparando para impedir que saíssemos dali. E de fato assim o fez. Fecharam cada saída e consegui entrar no metrô, alguns segundos antes de também o fecharem e começarem os confrontos que provocaram a prisão de mais de 100 ativistas.

Havia entre os manifestantes, alguns grupos anarquistas mais exaltados, mas no geral o que eu vi eram pessoas se manifestando pacificamente pelo Clima e pela solidariedade internacional.

Amanhã começam os eventos oficiais da COP-21, mas hoje já foi possível sentir que não se trata só de mais um encontro entre governos. Existem milhares de vozes nas ruas, que nem as bombas dos fundamentalistas e nem a repressão policial serão capazes de calar.”

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Cidade administrada pelo PV está entre as dez melhores do Brasil em desenvolvimento social

il 25 11

Mais uma vez o Município de Santa Bárbara d’Oeste, adminstrada pelo prefeito Denis Andia (PV) aparece em posição de destaque no País. Estudo divulgado pela Revista ‘Exame’, na edição de 28 de outubro, aponta a cidade como a 10ª melhor em desenvolvimento social em todo o Brasil. O ranking publicado leva em consideração indicadores de Saúde, Educação, Segurança e Sóciodemográficos.

No levantamento realizado pela consultoria Urban Systems, de nota entre 0 a 6, Santa Bárbara d’Oeste teve nota 4,075, apenas 0,6 pontos da líder Balneário Camboriu-SC (4,647). Em setembro, o município já havia se destacado no ranking “As Melhores Cidades do Brasil 2015”, divulgado pela Revista ‘Isto É’, que colocou a cidade como a 9ª melhor do Brasil entre os municípios de médio porte.

“Pela segunda vez nos últimos dois meses Santa Bárbara é apontada entre as 10 melhores cidades do País. Na primeira vez foi a Revista Isto É e agora a Exame, duas das mais sérias e importantes publicações do Brasil”, disse Denis Andia (PV). “Isso comprova o quanto conseguimos melhorar a nossa cidade em tão pouco tempo, pois anteriormente Santa Bárbara sequer figurava entre as 200 melhores. Esse é o resultado de uma administração séria e responsável”, acrescentou o prefeito.

Investimentos e conquistas do município

Educação – Ideb

A rede municipal de Educação de Santa Bárbara d’Oeste conquistou a nota de 6,4 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2013, estudo apresentado pelo Governo Federal, por meio do MEC (Ministério da Educação). A nota apresentada pelas escolas municipais foi superior à meta estabelecida pelo MEC ao município (6,1) e ficou acima das médias Estadual (6,1) e Nacional (5,2). O resultado barbarense em 2013 bateu também a meta estabelecida para este ano, quando o município terá que apresentar nota 6,4, que corresponde à qualidade do ensino em países desenvolvidos. O Ideb foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do Inep e em taxas de aprovação. O índice é medido a cada dois anos.

Saúde

Desde 2013 a Prefeitura investe o dobro do exigido por Lei em Saúde, com o objetivo de oferecer um serviço de qualidade e humano à população. São mais de R$ 255 milhões aplicados, com melhorias na infraestrutura, reformas, construções, troca da frota, compra de medicamentos, procedimentos, contratação de médicos e programas em diversas áreas, que marcam um melhor atendimento prestado ao cidadão barbarense. Nove das 12 Unidades Básicas de Saúde de Santa Bárbara foram reformadas ou ampliadas pela Prefeitura desde 2013. As outras três UBSs serão reformadas e ampliadas nos próximos meses. Além disso, Santa Bárbara ganhará mais 5 novos postos de Saúde. Em toda a história da cidade foram construídos 12 postos e em um pequeno espaço de tempo esse número será ampliado em 50%. Ainda com relação aos locais de atendimento à população, em breve o município terá um novo Centro de Especialidades.

Vale destacar ainda que pela primeira vez na história do município, toda a frota da Saúde foi trocada. A Prefeitura investiu R$ 2,5 milhões na compra de 26 veículos zero quilômetro, que substituem os mais antigos, com até 15 anos de uso em alguns casos. Entre os veículos estão 10 ambulâncias, sendo duas UTIs móveis totalmente equipadas.

Segurança

Desde 2013 a Prefeitura realizou importantes investimentos na área de Segurança Pública. A Guarda Civil Municipal recebeu dois novos Renault Fluence, quatro Volkswagen Spacefox (convênio firmado com a Agemcamp que dispõe também da aquisição de equipamentos para o sistema de videomonitoramento), dois novos Honda Civic (doados pela Câmara Municipal), duas caminhonetes Nissan Frontier, uma Zero Km e outra fruto de doação da Receita Federal – Escritório Piracicaba, um novo barco, um motor de popa e duas motocicletas (investimento de R$ 140 mil com recursos de emenda parlamentar), além de outras quatro motos em investimento de R$ 60 mil em recursos provenientes do sistema de Zona Azul.

Pela primeira vez na história o município passou a contar com o sistema de videomonitoramento. Receberam equipamentos os pontos da Rua XV de Novembro, Avenida Santa Bárbara, Estrada de Cillos e Avenida Monte Castelo, com câmeras integradas aos demais municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municpal de Santa Bárbara d’Oeste

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Federação de Partidos Verdes das Américas elege nova direção

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao

Foi realizado nos últimos dias, em Punta Cana, na República Dominicana. a XVI Assembleia Anual da Federação de Partidos Verdes das Américas, com representantes de 10 países (8 membros plenos e 2 observadores) das três Américas. A Assembleia marcou a eleição da nova direção da FPVA e a realização do I Congresso de Jovens Verdes das Américas.

Encerrando dois anos à frente da co-presidência executiva, o PV Brasil, representado pelo Secretário de Relações Internacionais da Executiva Nacional, Fabiano Carnevale, apresentou o avanço institucional da FPVA durante a gestão, principalmente no aprimoramento das relações com a Global Greens, organização mundial dos partidos verdes.

Numa das principais partes do evento, a direcão da FPVA aprovou uma mudança estatutária, que ampliou a representatividade do Comitê Executivo e restabeleceu a reeleição de co-presidentes.

Durante o processo eleitoral, Brasil e México mantiveram suas cadeiras na co-presidência e Carlos Ramón Gonzalez, do Partido Alianza Verde da Colômbia, foi eleito co-presidente executivo. Fabiano Carnevale foi reconduzido para o comitê executivo com sete (7) dos oitos (8) votos dos países-membros, mantendo assim o assento do PV Brasil na Coordenação da Global Greens. Pelo México foi eleito Leonardo Alvarez. As 3 vice-presidências eleitas foram Manuel Manotas (Colômbia), Paty Maldonado (México) e Matilde Baján (Guatemala). Os demais membros do comitê executivo eleitos foram Alfredo Lascoutx (Secretário-geral, Canadá) e Sanda Everett (Secretária de Finanças, EUA). As candidaturas de Carlos Ramón, de Paty Maldonado, Matilde Baján e Alfredo Lascoutx foram apresentadas e defendidas pelo Brasil. Julia Duprée, membro da Executiva Nacional do Partido Verde, foi eleita por unanimidade a primeira Secretária das Mulheres das Américas.

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao02

Ampliando as vitórias e demonstrando a influência dos verdes brasileiros nas arenas internacionais, Mariana Perin (Secretária Nacional da Juventude) foi eleita uma das 4 co-presidentes dos Jovens Verdes das Américas e representante frente a Global Young Greens. A nova co-presidente executiva dos Jovens será Maria Isabel Moreno, a deputada mais jovem da Colômbia. As demais co-presidências juvenis estarão com Felipe Posado (Canadá) e Luis Mariano (Venezuela).

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao03

Um momento histórico para os verdes brasileiros, assim está sendo vista essa XVI Assembleia Anual da FPVA:

“A principal conquista foi a articulação encabeçada pelo Brasil de consolidar as posições dos quarto (4) grandes partidos das Américas: Brasil, México, Colômbia e Canadá. Isso irá fortalecer a FPVA como instituição política frente à Global Greens, bem como reforçará os processos de construção dos partidos verdes de menor expressão nas Américas. E era fundamental garantir esse espaço de destaque para o “Alianza Verde da Colômbia”, o melhor exemplo de um partido verde que sabe dosar ideologia e pragmatismo, conquistando resultados eleitorais impressionantes e inspiradores para os demais partidos da região” disse Carnevale.

Além de Fabiano, Julia e Mariana, a delegação do PV Brasil foi composta também pela secretária nacional de organização, Carla Piranda (delegada frente à Assembleia), além de Victoria Xavier e Thiago Santana (delegados no Congresso dos Jovens).

Durante a Assembleia foi aprovada a Carta de Punta Cana, que entre outros temas, conta com um contundente repúdio à tragédia no Rio Doce:

“Nós, Verdes das Américas, expressamos nosso repúdio a tragédia ambiental sem precedentes ocorrida no Brasil pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco, subsidiária da maior companhia mineradora do país, a multinacional Vale. A tragédia, até agora, custou vidas humanas e destruiu todas as formas de vida de um dos rios mais importantes do país: o Rio Doce. Condenamos o descaso e irresponsabilidade das empresas envolvidas, a ausência de um plano de evacuação e de redução dos danos num momento de crise. O que vimos foi a inação dos responsáveis em promover ajuda para as populações afetadas e em evitar a morte da biodiversidade na região.”

A Federação de Partido Verdes das Américas (FPVA) teve seus estatutos aprovados na 1ª assembleia que aconteceu no Brasil, na cidade de Ilhabela (SP), em março de 1998. Seu primeiro presidente executivo foi o mexicano Jorge Gonzalez Torres. As assembleias são realizadas anualmente, desde 2001. No Brasil, a última aconteceu na cidade de Natal, em dezembro de 2011. Além do PV brasileiro, são membros da FPVA os partidos verdes da Argentina, Bolívia, Canada, Chile, Colômbia, Estados Unidos, República Dominicana, México, Peru e Venezuela, além da Guatemala e Nicarágua, que ainda participam como observadores.

Fonte: Secretaria Nacional de Relações Parlamentares – PV Brasil

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo