Verdes participam de passeatas pelo Clima no Brasil e no mundo

verdes participam de passeatas pelo clima no brasil e no mundo

Este último domingo (29.11) foi marcado com passeatas em favor do Clima em várias cidades brasileiras e em muitas outras grandes cidades, em todo o planeta. Na maioria das cidades brasileiras, o PV colocou seus ativistas e dirigentes nas ruas, cumprindo seu papel na defesa das questões ambientais. Na foto acima, momentos da passeata realizada na cidade do Rio de Janeiro.

Na França

verdes participam de passeatas pelo clima no brasil e no mundo2

Fabiano Carnevale, secretário de relações internacionais do Partido Verde, co-presidente da Federação de Partidos Verdes das Américas e delegado oficial da organização Global Greens para a COP-21, que junto com outros dirigentes do PV Brasil está em Paris, participou no último domingo das manifestações e nos enviou o seguinte relato:

“Contrariando a proibição do governo francês, os movimentos sociais e os verdes se reúniram na Place de la Republique para um ato pelo clima.

Parti com alguns verdes de uns quarteirões acima, percorrendo um roteiro doloroso por pontos dos atentados de 13/11, inclusive o Bataclan. Pelo caminho, diversos memoriais recordam, lamentam mas principalmente, gritam contra o fundamentalismo e clamam por solidariedade, amor e paz. Bonito, emocionante e solene. Havia quase um silêncio lamentoso (embora firme e resistente) na nossa pequena marcha ao passar por cada memorial erguido pela vítimas do 13/11.

Ao chegar na Republique, era possível perceber a polícia francesa se preparando para impedir que saíssemos dali. E de fato assim o fez. Fecharam cada saída e consegui entrar no metrô, alguns segundos antes de também o fecharem e começarem os confrontos que provocaram a prisão de mais de 100 ativistas.

Havia entre os manifestantes, alguns grupos anarquistas mais exaltados, mas no geral o que eu vi eram pessoas se manifestando pacificamente pelo Clima e pela solidariedade internacional.

Amanhã começam os eventos oficiais da COP-21, mas hoje já foi possível sentir que não se trata só de mais um encontro entre governos. Existem milhares de vozes nas ruas, que nem as bombas dos fundamentalistas e nem a repressão policial serão capazes de calar.”

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Cidade administrada pelo PV está entre as dez melhores do Brasil em desenvolvimento social

il 25 11

Mais uma vez o Município de Santa Bárbara d’Oeste, adminstrada pelo prefeito Denis Andia (PV) aparece em posição de destaque no País. Estudo divulgado pela Revista ‘Exame’, na edição de 28 de outubro, aponta a cidade como a 10ª melhor em desenvolvimento social em todo o Brasil. O ranking publicado leva em consideração indicadores de Saúde, Educação, Segurança e Sóciodemográficos.

No levantamento realizado pela consultoria Urban Systems, de nota entre 0 a 6, Santa Bárbara d’Oeste teve nota 4,075, apenas 0,6 pontos da líder Balneário Camboriu-SC (4,647). Em setembro, o município já havia se destacado no ranking “As Melhores Cidades do Brasil 2015”, divulgado pela Revista ‘Isto É’, que colocou a cidade como a 9ª melhor do Brasil entre os municípios de médio porte.

“Pela segunda vez nos últimos dois meses Santa Bárbara é apontada entre as 10 melhores cidades do País. Na primeira vez foi a Revista Isto É e agora a Exame, duas das mais sérias e importantes publicações do Brasil”, disse Denis Andia (PV). “Isso comprova o quanto conseguimos melhorar a nossa cidade em tão pouco tempo, pois anteriormente Santa Bárbara sequer figurava entre as 200 melhores. Esse é o resultado de uma administração séria e responsável”, acrescentou o prefeito.

Investimentos e conquistas do município

Educação – Ideb

A rede municipal de Educação de Santa Bárbara d’Oeste conquistou a nota de 6,4 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2013, estudo apresentado pelo Governo Federal, por meio do MEC (Ministério da Educação). A nota apresentada pelas escolas municipais foi superior à meta estabelecida pelo MEC ao município (6,1) e ficou acima das médias Estadual (6,1) e Nacional (5,2). O resultado barbarense em 2013 bateu também a meta estabelecida para este ano, quando o município terá que apresentar nota 6,4, que corresponde à qualidade do ensino em países desenvolvidos. O Ideb foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do Inep e em taxas de aprovação. O índice é medido a cada dois anos.

Saúde

Desde 2013 a Prefeitura investe o dobro do exigido por Lei em Saúde, com o objetivo de oferecer um serviço de qualidade e humano à população. São mais de R$ 255 milhões aplicados, com melhorias na infraestrutura, reformas, construções, troca da frota, compra de medicamentos, procedimentos, contratação de médicos e programas em diversas áreas, que marcam um melhor atendimento prestado ao cidadão barbarense. Nove das 12 Unidades Básicas de Saúde de Santa Bárbara foram reformadas ou ampliadas pela Prefeitura desde 2013. As outras três UBSs serão reformadas e ampliadas nos próximos meses. Além disso, Santa Bárbara ganhará mais 5 novos postos de Saúde. Em toda a história da cidade foram construídos 12 postos e em um pequeno espaço de tempo esse número será ampliado em 50%. Ainda com relação aos locais de atendimento à população, em breve o município terá um novo Centro de Especialidades.

Vale destacar ainda que pela primeira vez na história do município, toda a frota da Saúde foi trocada. A Prefeitura investiu R$ 2,5 milhões na compra de 26 veículos zero quilômetro, que substituem os mais antigos, com até 15 anos de uso em alguns casos. Entre os veículos estão 10 ambulâncias, sendo duas UTIs móveis totalmente equipadas.

Segurança

Desde 2013 a Prefeitura realizou importantes investimentos na área de Segurança Pública. A Guarda Civil Municipal recebeu dois novos Renault Fluence, quatro Volkswagen Spacefox (convênio firmado com a Agemcamp que dispõe também da aquisição de equipamentos para o sistema de videomonitoramento), dois novos Honda Civic (doados pela Câmara Municipal), duas caminhonetes Nissan Frontier, uma Zero Km e outra fruto de doação da Receita Federal – Escritório Piracicaba, um novo barco, um motor de popa e duas motocicletas (investimento de R$ 140 mil com recursos de emenda parlamentar), além de outras quatro motos em investimento de R$ 60 mil em recursos provenientes do sistema de Zona Azul.

Pela primeira vez na história o município passou a contar com o sistema de videomonitoramento. Receberam equipamentos os pontos da Rua XV de Novembro, Avenida Santa Bárbara, Estrada de Cillos e Avenida Monte Castelo, com câmeras integradas aos demais municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municpal de Santa Bárbara d’Oeste

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Federação de Partidos Verdes das Américas elege nova direção

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao

Foi realizado nos últimos dias, em Punta Cana, na República Dominicana. a XVI Assembleia Anual da Federação de Partidos Verdes das Américas, com representantes de 10 países (8 membros plenos e 2 observadores) das três Américas. A Assembleia marcou a eleição da nova direção da FPVA e a realização do I Congresso de Jovens Verdes das Américas.

Encerrando dois anos à frente da co-presidência executiva, o PV Brasil, representado pelo Secretário de Relações Internacionais da Executiva Nacional, Fabiano Carnevale, apresentou o avanço institucional da FPVA durante a gestão, principalmente no aprimoramento das relações com a Global Greens, organização mundial dos partidos verdes.

Numa das principais partes do evento, a direcão da FPVA aprovou uma mudança estatutária, que ampliou a representatividade do Comitê Executivo e restabeleceu a reeleição de co-presidentes.

Durante o processo eleitoral, Brasil e México mantiveram suas cadeiras na co-presidência e Carlos Ramón Gonzalez, do Partido Alianza Verde da Colômbia, foi eleito co-presidente executivo. Fabiano Carnevale foi reconduzido para o comitê executivo com sete (7) dos oitos (8) votos dos países-membros, mantendo assim o assento do PV Brasil na Coordenação da Global Greens. Pelo México foi eleito Leonardo Alvarez. As 3 vice-presidências eleitas foram Manuel Manotas (Colômbia), Paty Maldonado (México) e Matilde Baján (Guatemala). Os demais membros do comitê executivo eleitos foram Alfredo Lascoutx (Secretário-geral, Canadá) e Sanda Everett (Secretária de Finanças, EUA). As candidaturas de Carlos Ramón, de Paty Maldonado, Matilde Baján e Alfredo Lascoutx foram apresentadas e defendidas pelo Brasil. Julia Duprée, membro da Executiva Nacional do Partido Verde, foi eleita por unanimidade a primeira Secretária das Mulheres das Américas.

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao02

Ampliando as vitórias e demonstrando a influência dos verdes brasileiros nas arenas internacionais, Mariana Perin (Secretária Nacional da Juventude) foi eleita uma das 4 co-presidentes dos Jovens Verdes das Américas e representante frente a Global Young Greens. A nova co-presidente executiva dos Jovens será Maria Isabel Moreno, a deputada mais jovem da Colômbia. As demais co-presidências juvenis estarão com Felipe Posado (Canadá) e Luis Mariano (Venezuela).

federacao de partidos verdes das americas elege nova direcao03

Um momento histórico para os verdes brasileiros, assim está sendo vista essa XVI Assembleia Anual da FPVA:

“A principal conquista foi a articulação encabeçada pelo Brasil de consolidar as posições dos quarto (4) grandes partidos das Américas: Brasil, México, Colômbia e Canadá. Isso irá fortalecer a FPVA como instituição política frente à Global Greens, bem como reforçará os processos de construção dos partidos verdes de menor expressão nas Américas. E era fundamental garantir esse espaço de destaque para o “Alianza Verde da Colômbia”, o melhor exemplo de um partido verde que sabe dosar ideologia e pragmatismo, conquistando resultados eleitorais impressionantes e inspiradores para os demais partidos da região” disse Carnevale.

Além de Fabiano, Julia e Mariana, a delegação do PV Brasil foi composta também pela secretária nacional de organização, Carla Piranda (delegada frente à Assembleia), além de Victoria Xavier e Thiago Santana (delegados no Congresso dos Jovens).

Durante a Assembleia foi aprovada a Carta de Punta Cana, que entre outros temas, conta com um contundente repúdio à tragédia no Rio Doce:

“Nós, Verdes das Américas, expressamos nosso repúdio a tragédia ambiental sem precedentes ocorrida no Brasil pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco, subsidiária da maior companhia mineradora do país, a multinacional Vale. A tragédia, até agora, custou vidas humanas e destruiu todas as formas de vida de um dos rios mais importantes do país: o Rio Doce. Condenamos o descaso e irresponsabilidade das empresas envolvidas, a ausência de um plano de evacuação e de redução dos danos num momento de crise. O que vimos foi a inação dos responsáveis em promover ajuda para as populações afetadas e em evitar a morte da biodiversidade na região.”

A Federação de Partido Verdes das Américas (FPVA) teve seus estatutos aprovados na 1ª assembleia que aconteceu no Brasil, na cidade de Ilhabela (SP), em março de 1998. Seu primeiro presidente executivo foi o mexicano Jorge Gonzalez Torres. As assembleias são realizadas anualmente, desde 2001. No Brasil, a última aconteceu na cidade de Natal, em dezembro de 2011. Além do PV brasileiro, são membros da FPVA os partidos verdes da Argentina, Bolívia, Canada, Chile, Colômbia, Estados Unidos, República Dominicana, México, Peru e Venezuela, além da Guatemala e Nicarágua, que ainda participam como observadores.

Fonte: Secretaria Nacional de Relações Parlamentares – PV Brasil

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo

 




Dep. Roberto Tripoli é o pré-candidato do PV a prefeito de São Paulo

DepRobertoTripoli e o pre candidato do PV a prefeito de Sao Paulo

O Partido Verde de São Paulo (capital), se reuniu no último sábado (4/10) para dar continuidade aos preparativos visando às eleições de 2016. Além dos dirigentes locais e coordenadores das Bacias 1,2,3 e 4, também estiveram presentes o vereador Aboo Anni, o presidente estadual, Marcos Belizário, o dirigente nacional, Claudio Turtelli e o deputado estadual, Roberto Tripoli.

O presidente do PV Capital, Carlos Camacho, abriu os trabalhos fazendo um apanhado sobre a reforma política e as novas resoluções do TSE que deverão regulamentar as próximas eleições municipais. Em seguida, foi apresentado o programa de governo da legenda para 2016, ainda em fase de elaboração por um grupo de colaboradores das quatro coordenadorias da capital.

Além  do presidente estadual e vários dirigentes presentes, também fizeram uso da palavra Patrícia Penna, empossada na oportunidade como secretária municipal de política para as mulheres, Luiz Bosio, que fez a apresentação dos membros do Conselho Fiscal e discorreu sobre finanças e André Pomba, que apresentou seu trabalho à frente do PV Diversidade.

Carlos Camacho discorreu aos presentes sobre a carreira do deputado estadual Roberto Tripoli, o mais votado do PV nas últimas duas eleições (municipal e estadual), convidando-o a ser o pré-candidato dos verdes ao cargo de prefeito na capital, em 2016. Tripoli aceitou o desafio e lembrou aos presentes que, além de ter participado da fundação do PV, em meados dos anos 80, exerceu também sete mandatos na Câmara Municipal de São Paulo, fato que o credencia à disputa. Ficou evidente também que o PV Capital terá lista completa de candidatos (as) ao cargo de vereador (a) nas eleições municipais.

02

Com a festajada pré-candidatura de Roberto Tripoli ao Palácio do Anhangabaú, a possibilidade de eleger uma representativa bancada verde no próximo pleito é dado como certo. Embora o PV Capital tenha cumprido sua missão de fechar o processo de filiação com “chave de ouro”, em decorrência da nova legislação eleitoral, seus dirigentes devem intensificar o processo de filiação até fim de março de 2016, visando uma ampliação nos quadros e um maior refinamento na lista de candidatos à vereança.

Quem é Roberto Tripoli?

03

Roberto Tripoli (61) ajudou a fundar o Partido Verde no Brasil e entrou para a vida política eleito pela primeira vez vereador do município de São Paulo em 1988, foi reeleito em 1992, 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012. Na última eleição municipal (2012), foi o vereador mais votado do País, com 132.313 votos.

Legislou sobre poluição do solo, aumento de áreas verdes, educação ambiental, proteção e preservação dos animais silvestres, controle populacional e propriedade responsável de animais domésticos, proibição da entrega de animais do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para centros de ensino e pesquisa, além de estar sempre à frente de movimentos contra a caça, rodeios, farra do boi e touradas, animais em circos e pela humanização no trato dos animais abandonado.

Em 2007, Tripoli conseguiu aprovar mais uma lei pioneira – a lei que regula o comércio de cães e gatos, um antigo anseio do movimento de defesa animal. Em 2009, promoveu uma Comissão de Estudos sobre Animais, com reuniões abertas á sociedade civil, ONGs, entidades representativas dos médicos veterinários, poder publico, debatendo todas as questões que envolvem animais domésticos, domesticados, silvestres nativos e exóticos. Várias ações e projetos resultaram dessa comissão, como a implantação de cardápio vegetariano, a cada 15 dias, na merenda escolar da rede pública da cidade.

Em 2012, Tripoli conseguiu  o 1º Hospital Público Veterinário para Cães e Gatos do país. O caminho encontrado pela Prefeitura para implantar o equipamento de forma mais rápida foi um convênio com a Anclivepa-SP, entidade de médicos veterinários que montou o hospital e administra o equipamento.

As principais leis de controle de ruídos da maior cidade do País também são de autoria de Tripoli, que ainda ousou criar a Lei da Cidade Limpa, já copiada com sucesso por várias capitais, como Belo Horizonte e Recife, e a Capital do País, Brasília.

Em 2014, Roberto Tricoli foi o candidato do PV que mais votos obteve para o cargo de deputado estadual (232.467), sendo eleito para a legislatura 2013/2018. Empossado, foi eleito presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

* Colaborou com a material: Luiz Carlos Bósio
Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Dirigente do PV Brasil presidirá reunião da Federação de Partidos Verdes das Américas

Dirigente do PV Brasil presidira reuniao da Federação de Partidos Verdes das Americas
Começa nesta semana, mais uma Assembleia Anual da Federação de Partidos Verdes das Américas, organização que reúne 10 partidos verdes do continente. Esse ano, o PASOVE (Partido Socialista Verde) da República Dominicana será o anfitrião das delegações verdes internacionais. Juntamente, será realizado o I Congresso dos Jovens Verdes das Américas.

A Assembleia marcará o fim da atual gestão, presidida pelo PV Brasil, representado por Fabiano Carnevale (PV-RJ), Secretário de Relações Internacionais da Executiva Nacional.

Nos últimos dois anos a co-presidência executiva recolocou os verdes das Américas no cenário internacional, com uma atuação incisiva dentro da Global Greens. Pela primeira vez na história, a Global Greens fechou o apoio incondicional ao candidato presidencial do PV brasileiro, Eduardo Jorge, sem qualquer ingerência na posição nacional no segundo turno, como havia ocorrido em 2006 e 2010 e se solidarizou com as posições dos verdes do México e Venezuela, em assuntos locais.

Nesses dois últimos anos, o PV Brasil voltou a ser protagonista nas arenas internacionais ecologistas, aprofundando um intenso diálogo com os verdes europeus e africanos, além de reconquistar a posição de principal partido verde das Américas.

Na Assembleia desse ano, o Brasil estará representado pela mesma delegação da última Assembleia em Lima, por Carla Piranda (Secretária Nacional de Organização) e Julia Duppré, além da delegação juvenil composta por Mariana Perin (Secretária Nacional de Juventude), Victoria Xavier e Thiago Santana.

A Federação de Partido Verdes das Américas (FPVA) teve seus estatutos aprovados na 1ª assembleia que aconteceu no Brasil, na cidade de Ilhabela (SP), em março de 1998. Seu primeiro presidente executivo foi o mexicano Jorge Gonzalez Torres. As assembleias são realizadas anualmente, desde 2001. No Brasil, a última aconteceu na cidade de Natal, em dezembro de 2011.

Além do PV Brasil, são membros da FPVA os partidos verdes da Argentina, Bolívia, Canada, Chile, Colômbia, Estados Unidos, República Dominicana, México, Peru e Venezuela, além da Guatemala e Nicarágua, que ainda participam como observadores.

Fonte: Secretaria de Relações Internacionais – PV Brasil
Secretaria Estadual de Comunicacão
Partido Verde – São Paulo




Projeto de captação e uso de águas pluviais em condomínios é aprovado em São João da Boa Vista

il 10 11 2015

O Projeto de Lei do Legislativo 099/20154, do vereador Reberson Menezes (PV), determina instalação de sistema de captação, armazenamento e utilização das águas pluviais nas edificações de condomínios residenciais na cidade de São João da Boa Vista, inteirior de São Paulo. A matéria foi aprovada em primeira e segunda discussões. O objetivo é instituir o sistema em condomínios residenciais que vierem a ser construídos a partir da publicação da lei. A água coletada será destinada a rega de jardins, limpeza de estacionamentos, vidros, calçadas, pisos, descargas, entre outros. O objetivo é reduzir o desperdício de água, o custo pelo uso do produto, despertar o sentido ecológico e represar parte da água que seria escoada a galerias e rios, reduzindo as enchentes.

Meio ambiente

Usando a tribuna, Reberson Menezes (PV) apresentou Projeto de Resolução que cria uma sétima comissão permanente no Poder Legislativo: a de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Segundo o parlamentar, há necessidade de se forçar o debate sobre o meio ambiente, para se legislar sobre essas questões no sentido de preservar e desenvolver com sustentabilidade, de forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida da comunidade sanjoanense.

O Projeto de Resolução propõe ainda que a atual Comissão de Obras, Serviços Públicos e Atividades Privadas passe a tratar também de Trânsito e Transportes. Com isso, essa comissão analisaria os projetos ligados à política de desenvolvimento urbano que concerne ao transporte, trânsito e suas implicações; os projetos, planos e programas que envolvam esta área; a revisão de normas que digam respeito à sinalização do trânsito local, propondo medidas que coíbam a prática de políticas que penalizem o munícipe.

Fonte:: AsCom Câmara Muncipal de São João da Boa Vista

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo

 




Câmara aprova projeto de deputado do PV que mantém o defeso

06 11 2015

O plenário da Câmara dos Deputados derrubou on­tem a portaria do governo que suspendeu por 120 dias o período do defeso no país em que a pesca é proibida por conta da reprodução dos peixes. O líder do Partido Verde, deputado Sarney Filho (PV-MA), um dos autores do projeto de decreto legislativo (PDC), afirmou que o governo, a pretexto de realizar auditoria no seguro defeso pago aos pescadores, está colocan­do em risco a produção do pescado e o trabalho das populações ribeirinhas.

Contrariando pedido do líder do governo, José Guimarães (PT-CE), que queria retirar a proposta da pauta de votações, 191 deputados aprovaram o texto, que agora será discutido no Senado.

“O defeso é cientificamente comprovado. É o período da piracema e das desovas. Se nós inviabilizarmos isso, se apreendermos o peixe com a ova, em período de fertilidade ou de reprodução, estaremos inviabilizando a reprodução animal e inviabilizando a economia”, afirmou o líder.
“Hoje estamos vivendo uma crise hídrica no país. Rios, como o São Francisco, estão secando e os estoques de peixe estão cada vez mais ameaçados. Com a suspensão do defeso, esta situação ficará ainda mais grave”, reforçou o líder.

Recadastramento – Para o parlamentar, não faz sentido suspender o defeso por causa “de um desleixo administrativo que deu origem às irregularidades”. O governo justificou a necessidade de editar a portaria para acabar com excessos no pagamento do seguro-defeso. A portaria prevê o recadastramento dos pescadores artesanais e a revisão dos períodos de defeso.

O deputado apresentou na semana passada pedido de urgência para a votação do projeto. “Desde que a portaria dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente foi publicada, há quase 20 dias, procuramos negociar com o governo para que o defeso fosse mantido, mas nada avançou”.

Fonte: AsCom Gab. Dep. Sarney Filho

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo

 




Deputado do PV-SP comenta sobre o trabalho rural sustentável

trabalho rural sustentavel

O atual contexto de crise em que vivemos nos desafia à busca de soluções e a uma atuação conjunta com diversos setores ativos da sociedade. Nesses tempos difíceis, as famílias sofrem com o desemprego, empresas estão se fechando ou reduzindo a produção, as vendas no comércio caíram. Em busca da sobrevivência, trabalhadores que eram da indústria estão retornando para o campo.

Uma realidade diferente, que exige atenção e união de esforços. O Estado de São Paulo, detentor de boa parte do parque produtivo nacional, também possui um forte setor agroindustrial diversificado. Temos recursos naturais que nos favorecem e um povo trabalhador, fatores que tornam possível alavancarmos novas ideias para um desenvolvimento agroindustrial sustentável, abrindo caminhos para regiões interioranas e contribuindo para a expansão das regiões urbanas.

O fortalecimento do trabalho rural e sustentabilidade foi tema de um simpósio que realizamos na Assembleia Legislativa, em parceria com a Feraesp, que é a Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo. Nesse encontro fortalecemos ainda mais a proposta de criação de uma Frente Parlamentar pluripartidária, que promova encontros de lideranças, debates de ideias e planejamentos de ações concretas.

O momento exige a união do Poder Executivo, Legislativo, trabalhadores, empresas e municípios para discutirmos questões que envolvem o campo paulista, buscando um caminho para as soluções, encontrando pontos comuns de atuação, pensando na saúde, educação, na geração de emprego e renda, entre outros pontos relevantes. O campo está sustentando o país. A proposta da Frente é que o Parlamento Paulista seja parceiro do setor, fazendo um elo de ligação da sociedade com o governo.

O presidente da Feraesp, Elio Neves, homem de muita sabedoria e otimismo, nos alerta que hoje está no campo a possibilidade de sairmos da crise. Durante o simpósio ele comentou que, com a implantação da Frente e a força do Parlamento Paulista, será aberta a possibilidade de um diálogo com a sociedade, com respeito e dignidade.

Além do fortalecimento do trabalho rural, a Frente Parlamentar debaterá o desenvolvimento sustentável. Os pilares da sustentabilidade exigem a construção de fundamentos sólidos quanto às conquistas humanas e sociais, uso equilibrado de recursos naturais, com preservação e recuperação ambiental, exige investimentos e crescimento econômico. Queremos juntar esforços para construir um Estado de São Paulo melhor, visando a sair de um ambiente de crise, retomando a esperança e a busca de novos horizontes.

Texto: Deputado Estadual Chico Sardelli (PV-SP)

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Lixeiras públicas ampliam opções para o descarte em Santa Bárbara d’Oeste

lixeiras publicas ampliam opcoes

Santa Bárbara d´Oeste conta com 210 novas lixeiras-públicas doadas pelo Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas). As lixeiras-papeleiras serão instaladas em diversos pontos do município pela Secretaria de Meio Ambiente, com o objetivo de ampliar as opções de descarte de lixo.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Cleber Canteiro, o reforço das lixeiras é importante para a conscientização. “Vamos dar mais opções ao munícipe, de ter onde jogar o lixo dele”, declarou. “Vamos instalar as lixeiras em pontos de grande fluxo de pessoas. Algumas serão instaladas na Praça Central”, conclui o secretário.

As lixeiras têm capacidade para 50 litros e são adequadas para receber pequenos volumes, como latas de refrigerante, garrafas, embalagens de alimentos, papéis de bala, entre outros. No total, o Consimares doou 962 lixeiras às sete cidades que integram o Consórcio, para auxiliar na educação ambiental e combater à poluição.

Gerenciamento de resíduos

O atual modelo de gerenciamento de resíduos de Santa Bárbara d´Oeste conta com coleta casa a casa, contêineres de material reciclável e Ecopontos. São 50 conteiners destinados a materiais recicláveis e 70 unidades destinadas ao lixo comum. Os materiais depositados nos conteineres são recolhidos conforme cronograma estabelecido pela Secretaria de Meio Ambiente, sendo que as unidades de lixo comum são lavadas e higienizadas pelo menos a cada 15 dias.

Os quatro Ecopontos localizados nos bairros Jardim Gerivá, Nova Conquista, Planalto do Sol e Parque Olaria, são PEVs (Pontos de Entrega Voluntária) destinados à população que precisa descartar resíduos gerados em suas atividades ou residências, como resíduos da construção civil, restos de poda e capinação, móveis velhos e resíduos recicláveis, como papel, vidro, metal e plástico.

Além disso, o Município conta com Programa de Coleta Seletiva que atende 70% da área urbanizada. Os materiais recicláveis coletados são enviados à cooperativa Recicoplast (Cooperativa de Trabalho dos Profissionais de Reciclagem de Resíduos Sólidos de Santa Bárbara d’Oeste), responsável pela coleta e triagem dos resíduos, que os separa por tipo e envia às indústrias recicladoras, gerando trabalho para dezenas de pessoas.

Fonte: AsCom P.M Santa Bárbara d’Oeste
Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Uso racional de reciclaveis para festa natalina em Vinhedo

uso racional de reciclaveis

A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, encerrou na última sexta-feira, dia 30 de outubro, a campanha de arrecadação de garrafas plásticas, do tipo PET, que servirão como matéria-prima para decoração de Natal.

A contribuição das escolas municipais foi primordial para o sucesso da campanha, que arrecadou mais de 8 mil garrafas plásticas. “Nosso objetivo é investir em uma decoração natalina, que além de sustentável, seja admirável”, diz o Prefeito Jaime Cruz (PV).

As pessoas que puderam doar, entregaram as garrafas num dos pontos de coleta – Secretaria de Cultura e Turismo e Centros Culturais do Centro, Vila João XXIII e Capela.

Todo o material passará pela fase de montagem das peças que irão compor a decoração natalina deste ano. Entre os elementos a serem confeccionados, estão os anjos iluminados, medindo aproximadamente 3,30 m de altura, feitos de ferro e revestidos por tecido leve. Algumas de suas partes, como auréola e asas receberão iluminação de mangueira luminosa e lâmpadas do tipo “cascata” em parte do contorno das asas.

Ainda, serão criadas mais 47 peças que lembram flocos de neve, confeccionados em base de ferro, com aplicação de elementos feitos com materiais reciclados e aplicação de iluminação do tipo mangueira luminosa e strobo.

“O reaproveitamento das garrafas é uma alternativa ecologicamente correta e sustentável para realizar a decoração, vamos reutilizar um material que seria descartado”, diz o secretário da pasta, Wagner Pavarin.

Fonte: AsCom P.M de Vinhedo
Secretaria Estudual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo