300 picaretas e uma pá de cal

ilustra artigo picaretas 6401Impossível passar batido pelo brilhante raciocínio de Fernando Gabeira em seu artigo 300 picaretas e uma pá de cal, publicado no Estadão na última sexta-feira. O ex-deputado verde resgata a música Luiz Inácio (300 Picaretas), dos Paralamas do Sucesso, para fazer uma análise do poder legislativo brasileiro.

Li com atenção a dura crítica de Gabeira e não posso deixar de concordar com cada palavra. O artigo é uma importante leitura para qualquer um que tenha interesse na atual situação política brasileira, à exceção dos bois de Renan e do bode Galeguinho.

Acesse: 300 picaretas e uma pá de cal

Luis Penna – Presidente Nacional do Partido Verde




Nos Últimos 2 anos a direção estadual do PV São Paulo fez de um limão uma limonada

limao pClique para ampliar




Deputado Federal Roberto de Lucena defende o fim do fator previdenciário e pede mais políticas públicas para os idosos

idosos-felizesNo dia 24 de janeiro foi celebrado o Dia do Aposentado, nesse dia comemorei o aumento da expectativa de vida no Brasil, que atualmente conta com aproximadamente 23 milhões de pessoas com 60 anos ou mais. O fato de o Brasil estar, gradativamente, migrando de um país com maioria jovem para um maior contingente na melhor idade, implica na necessidade de repensar a previdência, políticas públicas para o idoso, saúde, segurança, mercado de trabalho, moda, hábitos, cultura, educação, esporte etc. Precisamos investir na saúde e qualidade de vida dessa população crescente.

Pensando nisso, apresentei ao secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia, um projeto para a instalação de unidades da Creche do Idoso e do Centro de Convivência do Idoso em Arujá, Santa Isabel e demais cidades do Alto Tietê, por meio de parceria entre Estado e Município.

O projeto da Creche do Idoso – modelo de casa de repouso, na qual os idosos têm suas faculdades psicológicas e físicas estimuladas por meio de diversas atividades recreativas – tem como objetivo atender uma demanda crescente das famílias sem condições de pagar pelo serviço.

Participei de duas reuniões com o secretário de Desenvolvimento Social , Rodrigo Garcia para tratar do tema, ele foi bastante sensível às demandas apresentadas e comprometeu-se em agilizar, na medida do possível, os projetos sociais em favor da população do Alto Tietê.

Na Câmara, defendo o fim do fator previdenciário, responsável pelo achatamento dos ganhos das aposentadorias que impõe aos trabalhadores brasileiros uma perda brutal do seu poder econômico e a diminuição de seu padrão social , consequentemente, qualidade de vida.

Outro ponto importante são os casos tristes de violência contra os idosos. Defendo o agravamento das penalidades impostas às pessoas responsáveis por maus-tratos contra idosos. Para que uma classe que trabalhou a vida inteira, possa na melhor idade aproveitar os direitos pelo qual lutou, e principalmente ter da sociedade brasileira o respeito que tanto merece.

13-11 FOTO OFICIALRoberto de Lucena- Deputado Federal, PV/SP




Governador e Secretario participaram de evento com 79 prefeituras para elaboração de Planos de Saneamento

image1

Na tarde desta  última quinta-feira, 31/janeiro, às 15h, no Palácio dos Bandeirantes, o Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni, participou  do evento que dá início aos trabalhos de elaboração dos Planos Municipais de Saneamento das Bacias Hidrográficas Mogi Guaçu e Alto Paranapanema. O evento contou  com a presença do Governador do Estado, Geraldo Alckmin, e 79 prefeitos ou representantes, convidados das UGHRIs – Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos – 09  e 14.

O Plano Municipal de Saneamento é um instrumento essencial para os municípios e tem o objetivo de facilitar às prefeituras o planejamento das ações e investimentos a serem realizados em abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais.

image

A Lei Federal nº 11.455/07 exige que cada município elabore o seu plano de saneamento local e que o Estado os integre aos planos regionais e estadual de saneamento.  Os planos devem contemplar diagnósticos com análise, propostas e definição das necessidades de investimento para a universalização do acesso aos serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo de águas pluviais. Para isso, o Governo do Estado criou um Programa Estadual de Apoio Técnico à Elaboração dos Planos Municipais e Regionais de Saneamento.

Com o trabalho iniciado nesta tarde, serão beneficiadas 2,3 milhões de pessoas em 79 municípios, conforme a lista em seguir: Aguaí, Águas da Prata, Águas da Prata, Américo Brasiliense, Araras, Barrinha, Conchal, Cravinhos, Descalvado, Dumont, Engenheiro Coelho, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Guariba, Guatapará, Itapira, Jaboticabal, Leme, Lindoia, Luis Antonio, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Monte Alto, Motuca, Pirassununga, Pitangueiras, Pontal, Porto Ferreira, Pradópolis, Rincão, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Lúcia, Santa Rita do Passa Quatro, Santo Antonio do Jardim, São João da Boa Vista, Serra Negra, Sertãozinho, Socorro, Taquaral, Vargem Grande do Sul (todos da UGRHI 09) e Angatuba, Arandu, Barão de Antonina, Bernardino de Campos, Bom Sucesso de Itararé, Buri, Campina do Monte Alegre, Capão Bonito, Cerqueira César, Coronel Macedo, Fartura, Guapiara, Guareí, Ipaussu, Itaberá, Itaí, Itapetininga, Itapeva, Itaporanga, Itararé, Itatinga, Manduri, Nova Campina, Paranapanema, Pilar do Sul, Piraju, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Riversul, São Miguel Arcanjo, Sarutaiá, Taguaí, Taquarituba, Taquarivaí, Tejupá e Timburi (UGHRI 14).




Deputado destina R$ 260 mil para Itaporanga

Deputado-destina-R-260-mil-para-Itaporanga 1

Ulysses Tassinari (PV) destinou R$ 260 mil para Itaporanga, por meio de 4 emendas. 30 mil para Apae, 30 mil para o Lar São Vicente de Paulo e R$ 200 mil para o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças. O deputado felicitou o prefeito José Carlos do Nute Rodrigues: “Desejo-lhe muito sucesso em seu novo mandato e também quero reiterar nossa disposição de continuar ajudando Itaporanga”. “É muito importante essa visita do Dr. Ulysses, deputado que é parceiro nosso. Gostaria de agradecê-lo pelas 2 emendas que viabilizou para o hospital”, disse Rodrigues.

Acompanhado pelas autoridades, Dr. Ulysses foi recebido no hospital pela superintendente Fabiana Lolle, diretor clínico Dr. Augusto de Carvalho e presidente do Conselho, Luciano de Meira. O hospital realizou, em 2012, quase 30 mil atendimentos ambulatoriais e de urgência e emergência, 231 cirurgias e 293 partos. Os recursos das emendas serão aplicados “no custeio, para a compra materiais, de medicamentos. Dinheiro que servirá para manter o hospital por alguns meses”, explicou Lolle. O deputado também foi recebido na Câmara de Vereadores pelo presidente Elias Pé de Pano, vice-presidente Má Benck, 1º secretário Reinaldo Toco e os vereadores Carlinhos da Ambulância, Douglas Benini e Paulinho do Ônibus. O deputado ouviu os pedidos e mais uma vez se colocou a disposição. “Gostei da simplicidade, da sinceridade do Dr. Ulysses”, comentou Pé de Pano.

Assessoria de Imprensa deputado Dr. Ulysses

Jorge Marinho / 15 9728 0058




Deputado Federal Penna luta pela criação de áreas de preservação do patrimônio cultural

pennamedio

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável aprovou a criação das Unidades de Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro. A medida, que modifica o Estatuto da Cidade (Lei 10.257/01), está prevista no Projeto de Lei 3056/08.

Pela proposta, as unidades terão como objetivo reconhecer segmentos da população que, ao lado de portugueses, índios e negros, foram cruciais na formação populacional e territorial, como os imigrantes europeus e asiáticos. Assim, essas unidades de preservação serão “territórios habitados por povos e comunidades tradicionais, participantes do processo civilizatório” do Brasil.

Para constituírem uma unidade de preservação, os povos devem preservar bens de natureza material e imaterial referentes a identidade, ação e memória. Poderão ser salvaguardados pelo Estado o modo de vida, expressões orais, manifestações artísticas e culturais, obras, objetos, documentos e edificações, entre outros.

O relator, deputado Penna (PV-SP), defendeu a aprovação da proposta. Ele lembrou que a Constituição Federal inovou ao reconhecer o princípio da diversidade cultural como característica marcante da nossa sociedade. “A produção material e imaterial dos diferentes grupos precisam ser preservadas para permitir, igualmente, a preservação da nossa memória cultural e nacional”, defendeu.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte: Agência Câmara




Mensagem de felicitações aos Verdes por Marco Antonio Mroz – Presidente Estadual do PV-SP

cartao aniversario 27 PV




Programa de TV do Partido Verde – 27 anos




Partido Verde comemora 27 anos de existência



partido_verde_27_anos.jpg


 

Programa especial do Partido vai ao ar nesta quinta-feira (17) no horário nobre da TV aberta fazer um balanço das lutas e conquistas em quase três décadas de fundação

Nesta quinta-feira, 17 de janeiro, o Partido Verde, 43, completa 27 anos de existência e comemora a data em todos os diretórios municipais e estaduais pelo Brasil. Na ocasião, os militantes irão assistir juntos ao programa de TV que vai ao ar no horário eleitoral gratuito. Será o momento em que o PV vai reafirmar seu compromisso com as questões pontuais para o desenvolvimento do país, como saúde, educação, emprego, moradia etc.

Para o presidente do PV, José Luiz Penna (PV/SP), o Partido sempre ousou em seus ideais, apresentando argumentos em defesa dos direitos dos negros, das mulheres e dos homossexuais. Segundo Fernando Gabeira (PV/RJ), um dos principais líderes e fundador do PV, o Partido precisou mudar paradigmas para demonstrar que falar de meio ambiente era, além de necessário, ligado diretamente às causas sociais. “A partir deste esforço, as pessoas passaram a perceber a relação entre a morte de muitas pessoas, seja por fome, seja por desastres naturais, com o meio ambiente”, explica Gabeira, sem esquecer do movimento em defesa das liberdades individuais,também em primeiro plano no Partido.

O líder da bancada do PV, Sarney Filho (PV/MA), defende que, mesmo com uma pequena bancada parlamentar, o Partido conseguiu contornar o retrocesso na legislação ambiental e fazer a defesa das terras dos índios Guarani-kayowas.

Além disso, o PV não abre mão de seu ideário principal: o desenvolvimento humano de qualidade em conjunto com um meio ambiente sustentável. E um dos argumentos para essa defesa é a preocupação com a mobilidade urbana, um problema que atormenta a maioria da população: quanto mais se produz e vende carros no Brasil, mais tempo as pessoas gastam paradas no trânsito das grandes cidades.

O Partido Verde comemora ainda a posse de Célia Sacramento, vice-prefeita de Salvador, eleita nas últimas eleições. Ela faz questão de ressaltar que é a primeira mulher negra a conquistar um mandato de vice-prefeita na capital mais negra do mundo fora do continente africano.

O Partido Verde, 43, tem muito que comemorar: nas eleições de 2012 seu eleitorado cresceu 28%.

www.pv.org.br