Bacia 13 escolhe seus coordenadores

Bacia-13-escolhe-seus-coordenadoresO novo Conselho Regional da Bacia 13 – Alto Paranapanema – foi definido durante encontro realizado no ultimo sábado (25/05), em Itapeva. Estiveram presentes os presidentes das executivas municipais, vereadores, presidentes dos legislativos locais, prefeito, vice-prefeitos, deputados estaduais Dr. Ulysses Tassinari e Edson Giriboni (secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos) e o secretário estadual de organização do PV-SP, Arnaldo Juste Júnior.

Os novos coordenadores eleitos para o biênio 2013/2014 são: Roseli Paulino Simões, presidente do PV de Angatuba; Getúlio Guarnieri, presidente do PV de Itaporanga; deputado Edson Giriboni (PV Itapetininga); Beth Guimarães, presidente do PV de Pilar do Sul; Maria Antônia de Oliveira, presidente do PV de Tejupá; Luiz Carlos Arantes Barbosa (professor Branco), presidente do PV e vice-prefeito de São Miguel Arcanjo e o vereador de Itapeva, Rodrigo Tassinari, que também foi eleito pelos seus pares como porta-voz da bacia junto à direção estadual.

Entre as atribuições do Conselho está a prerrogativa de selecionar os candidatos que, em 2014, formarão as listas do PV-SP para cargos legislativos. Além da reeleição dos deputados estaduais Dr. Ulysses e Edson Giriboni, a Bacia 13 terá que preencher duas vagas para a lista de deputado federal.

Bacia-13-escolhe-seus-coordenadores1Dos trinta e quarto (34) municípios existentes na bacia, que conta, aproximadamente, com 555 mil eleitores, o PV disputou as eleições de 2012 em 29 cidades e elegendo candidatos em 18 delas, o que representa participação efetiva em 76% do eleitorado da região (425.281 eleitores). Foram eleitos na região trinta vereadores, um prefeito e três vice-prefeitos, Em três municípios (Guapiara, Itararé e Tejupá), vereadores da legenda presidem o legislativo.

Segundo Arnaldo Juste Junior, os resultados obtidos dobraram a participação do PV na região, tornando a Bacia 13 uma referência entre as vinte e uma (21) coordenadorias regionais (bacias) existentes. “Nas eleições de 2014 a contribuição desta coordenadoria (13) será fundamental na formação de nossa chapa, com candidatos a presidente, governador, senador e lista completa para deputado estadual e federal”, salientou o dirigente estadual.

As lideranças presentes no encontro também ressaltaram os valores do partido: “Vamos manter esses pilares que sustentam o nosso partido: a ética, a coerência e uma ideologia extraordinária. Temos que manter a coesão, o ideal para crescermos cada vez mais. Eu quero dizer do orgulho que sentimos de fazer parte do Partido Verde, afirmou o deputado estadual, Dr. Ulysses. Também se manifestaram o vice-prefeito de São Miguel Arcanjo, o prefeito de Paranapanema, Márcio Faber; a vereadora de Itapetininga, doutora Lúcia Aidar, o deputado estadual Edson Giriboni e o vereador Rodrigo Tassinari.

Por: Jorge Marinho – Assessor de imprensa do deputado estadual Dr. Ulysses (PV-SP)

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




Liderança do PV na Câmara elaborou manual para neutralização de Carbono

Lideranca-PV-elaborou-manual-para-neutralizacao-de-Carbono

Por: Claudio Turtelli

Visando principalmente a atuação dos gestores verdes no setor público, a Liderança do Partido Verde na Câmara Federal elaborou e está distribuindo um prático manual, dirigido às prefeituras, câmaras municipais e gabinetes parlamentares, que propicia o cálculo do carbono emitido pelas atividades destes setores e indica formas de como neutralizar seus efeitos.

A medida de neutralização de carbono, mais comumente efetivada com plantio de árvores, como ação compensatória, tem se tornado uma prática comum entre aqueles que se preocupam com o equilíbrio ambiental planetário. Um exemplo de sua aplicabilidade se deu na Câmara Federal, que em termos compensatórios pelas suas emissões, optou pelo plantio de arvores.

Os Créditos de Carbono, ou Reduções Verificadas de Emissões, são certificados que atestam que um projeto ambiental efetivamente reduz suas emissões de Gases de efeito Estufa (GEE) ou captura esses gases da atmosfera. Portanto, investir em créditos de carbono para neutralizar emissões garante uma contribuição real e mensurável no combate ao aquecimento global.

O funcionamento da neutralização de emissões com créditos de carbono ocorre quando, de um lado, existem projetos ambientais certificados que capturam ou deixam de emitir GEE na atmosfera, gerando assim os créditos de carbono. Do outro lado estão as atividades que emitem GEE como realização de eventos, viagens aéreas e uso de equipamentos elétricos e etc.

Há uma número significativo de empresas e organizações certificadoras de neutralização de emissões que, como procedimento,  geram aos seus clientes um número de registro que permite rastrear toda a história do crédito de carbono usado na neutralização, desde as informações de concepção de projeto, até cada etapa de auditoria, relatórios de monitoramento, verificação, certificação e neutralização.

O manual elaborado pela assessoria técnica da Liderança do Partido Verde pode ser solicitado através do link, fale conosco, no portal bancadaverde.org.br

Fonte: Liderança do Partido Verde na Câmara Federal

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




Uso de energia nuclear é tema na Comissão de Meio Ambiente

penna

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realizou, quinta-feira última, audiência pública para debater a situação da energia nuclear pós Rio+20. O debate foi proposto pelo presidente da Comissão, deputado Penna (PV-SP). O parlamentar destaca que o desastre com a usina nuclear de Fukushima, no Japão, tem sido um exemplo mundial de como a energia nuclear é insegura. “Casos como esse foram amplamente debatidos na Cúpula dos Povos, evento paralelo à Rio+20. Há um consenso entre técnicos, especialistas, estudiosos, ambientalistas, ONGs que a geração de energia por fonte nuclear tem os seus dias contados”, afirma o deputado.

Penna entende que o resultado final da Rio+20 foi considerado pífio por muitos, mas que a reunião paralela mostrou que a sociedade civil está organizada e exigindo mudanças precisas. “Uma delas é quanto ao Programa Nuclear Brasileiro. Se vários países do mundo repensaram seus programas após Fukushima, por que o Brasil insiste em usinas nucleares, que são caras, inseguras, perigosas e ultrapassadas?”, esclarece.

Foram convidados:

-o 1º Vice-Presidente da CMADS e Coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, dep. Sarney Filho (PV-MA);
- o representante da Coalizão contra as Usinas Nucleares no Brasil, Chico Whitaker;
- o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e representante da Articulação Antinuclear Brasileira, Heitor Scalambrini; 
- a procuradora da República e coordenadora do Grupo de Trabalho Energia Nuclear da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF), Gisele Elias de Lima Porto Leite;
- o monge budista e estudioso do tema Ademar Kyotoshi Sato; 
- e representante do Conselho Nacional de Política Energética.

Fonte: Agencia Câmara de Notícias

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




Bacia 12 se reúne em Sorocaba

Bacia-12-se-reune-em-Sorocaba

Com a presença de dirigentes da executiva estadual, prefeitos, vereadores, secretários de governos, dirigentes municipais e ativistas, foram referendados, nas dependências da Câmara Municipal de Sorocaba, os novos coordenadores da Bacia 12. O Evento aconteceu na manhã do último sábado (25).

Bacia-12-se-reune-em-Sorocaba 1

A Regional 12 pertencente a bacia do Médio Tietê/Sorocabana e conta com trinta e quatro cidades (34). Com um contingente de aproximadamente 1,5 milhões de eleitores, terá como tarefa, para as eleições de 2014, indicar e acompanhar a campanha de sete (7) candidatos ao parlamento estadual e cinco (5) candidatos à Câmara Federal, além de dar o devido suporte as candidaturas majoritárias da legenda.

Bacia-12-se-reune-em-Sorocaba 2

Foram ratificados os nomes de oito (8) coordenadores que, sob a orientação do Conselho Regional em exercício, composto por todos os presidentes municipais da Bacia 12 (34), executaram os trabalhos para o biênio 2013/2014. São eles: Jessé Loures, também eleito como porta voz da coordenação, Alexandre Amaral, Paulo Volc, Silvano, Angelo Nucci, Paulo e Lily Aymar.




Deputado Beto Trícoli apóia turismo sustentável

Deputado-Beto-Tricoli-apoia-turismo-sustentavelCidades do circuito ganham publicação impressa, portal e vídeo

O deputado estadual Beto Trícoli (PV-SP) participou do lançamento do projeto de divulgação do Circuito Turístico Entre Serras e Águas, na última segunda-feira, em Atibaia, no Hotel Bourbon.

O material foi desenvolvido pelo “Atibaia e Região e Convention & Visitors Bureau” (ARC&VB), em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e apoio de diversos profissionais do segmento de turismo da região e de entidades como a agência de Desenvolvimento Regional Unicidades. A produção, que inclui material impresso, vídeos e portal, é fruto de emenda parlamentar do deputado Beto Trícoli.

O circuito, oficializado pelo governo estadual em 2012, a partir de projeto de lei do deputado Beto Trícoli (PL 689/11), é um destino turístico composto pelas cidades de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Jarinu, Joanópolis, Mairiporã, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Guarulhos, Tuiuti e Vargem. Oobjetivo é garantir o desenvolvimento do turismo sustentável e do ecoturismo na região, além de promover a conscientização quanto à necessidade da preservação dos recursos naturais e da biodiversidade dos municípios que integram o circuito.

No evento, o parlamentar destacou a importância do turismo sustentável e a mudança de conceito em relação ao turismo. Beto Trícoli enfatizou ainda a importância da Agência de Desenvolvimento Regional Unicidades no turismo, já que o protagonismo da agência é da sociedade civil.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Gabinete do deputado Beto Trícoli

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo




Beto Trícoli participa da Conferência Municipal de Franco da Rocha

Beto-Tricoli-participa-da-Conferencia-Municipal-de-Franco-da-RochaA 1ª Conferência Municipal de Franco da Rocha começou na noite da última quinta-feira (23), na Câmara Municipal. O evento tem como objetivo promover a interação entre a população e o governo municipal sobre o tema: “Quem muda a cidade somos nós – Reforma Urbana Já!”. O debate gira em torno de questões sobre mobilidade urbana, saneamento básico, trânsito, habitação e planejamento urbano e territorial.

As discussões levantadas durante o encontro serão levadas para os âmbitos estadual e nacional, para que sejam estabelecidos prazos, metas e planos de ação que solucionem os problemas existentes nas cidades brasileiras.

O deputado Beto Trícoli (PV-SP), que participou do evento, foi indicado pela Assembleia Legislativa para ser um dos membros e coordenador da Comissão Preparatória Estadual para a 5ª Conferência Estadual das Cidades (que será realizada nos dias 26, 27 e 28 de setembro, no Memorial da América Latina). “As cidades ainda são muito desiguais, há injustiça tanto no território quanto na qualificação das regras de uso da propriedade. Temos de ir a fundo na questão da participação popular e do controle efetivo, e o acesso ao fundo nacional e as políticas integração intersetorial e regional”, comentou.

Beto, que foi prefeito de Atibaia por 8 anos, atualmente é membro da Comissão de Assuntos Metropolitanos e Municipais e  coordena a Frente Parlamentar pela Reforma Urbana e Cooperação Regional.

Beto-Tricoli-participa-da-Conferencia-Municipal-de-Franco-da-Rocha2

O parlamentar tem articulado a realização das conferências em várias cidades da região, como Mairiporã e Bragança Paulista e participado do máximo de reuniões municipais da área onde atua.  

A Conferência Nacional das Cidades já está em sua quinta edição e, neste ano, tem como objetivo auxiliar na construção da Política e do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano, além de estabelecer as prioridades de atuação do Ministério das Cidades. O município de Franco da Rocha participa pela primeira vez, expondo quais são as necessidades e propondo soluções para a política de reforma urbana.

Participou do evento também a vereadora Neiva Hernandez (PV-SP), que destacou a importância da participação popular e das escolhas das prioridades. “Este é o espaço correto que a população tem para as demandas”.

Fonte: Assessoria de imprensa do deputado Beto Trícoli

Secretaria Estadual de Comunicação
Partido Verde – São Paulo




Bacia 11 se reuniu em Santa Barbara D’Oeste

Bacia-11-se-reuniu-em-Santa-Barbara-D-Oeste

O direção estadual do Partido Verde referendou, neste último sábado (18/05), o processo de reorganização política e administrativa da Bacia 11, realizado na Cidade de Santa Barbara D’Oeste.

A Bacia 11 é composta por trinta e quatro (34) cidades situadas ao redor de Americana e Piracicaba (Capivarí/Piracicaba), com um colégio aproximado de 1,8 milhões eleitores. Nas últimas eleições, no somatório da bacia, o PV elegeu dois (2) (prefeitos), dois (2) vice-prefeitos e vinte e quatro (24) vereadores. Conta ainda com dois deputados estaduais em exercício do mandato (um em Americana e outro em Piracicaba).

Estiveram presentes a reunião o presidente estadual do PV-SP, Marco Antonio Mroz, o deputado estadual Chico Sardelli, o vice-presidente estadual da legenda, Marcos Belizário, o secretário estadual de organização, Arnaldo Juste, além dos prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários de governos, dirigentes e ativistas. A recepção ao colegiado ficou por conta dos vereadores locais e do prefeito municipal de Santa Barbara D’Oeste, Denis Andia.

Tomando por base as novas regras definidas pela direção estadual da legenda, foi constituído um conselho regional composto por todas as cidades pertencentes a Bacia 11. Foi referendado oito (8) coordenadores regionais que, entre outras atribuições, junto com o Conselho Regional bacia, irão selecionar os candidatos que, em 2014, formarão as listas do Partido Verde para os cargos legislativos. A cota parte da Bacia 10 será de seis (6) candidatos à Câmara Federal e nove (9) candidatos disputando as cadeiras para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Foram escolhidos como coordenadores da Bacia 11, para o biênio 2013/2014, os seguintes dirigentes: Dimas Antonio Starnini, de Nova Odessa (escolhido também como o porta-voz dos coordenadores junto a executiva estadual); Edson Millan, de Americana; Rogério Aparecido Rampo, de Cordeirópolis; Antonio Celso Bisson, de Piracicaba; Theresinha Angélica Mandro Tietz, de Charqueada; Claudio Roberto Froner, Americana; José Daniel Batista, de São Pedro e Ivan Roberto Rovagnelli, de Sumaré.




Rogério Menezes apresenta projeto de energia solar para prédio público

Rogerio-MenezesO dirigente nacional do Partido Verde e atual secretário de meio ambiente da prefeitura de Campinas, Rogério Menezes, está à frente de um projeto invovador na produção de energia solar que envolve o prédio onde, hoje, funciona a prefeitura municipal daquela cidade.

Segundo o projeto em estudo, o belo prédio que abriga o Paço Municipal de Campinas poderá se transformar em uma usina produtora de energia solar para abastecer os seus 19 andares e ainda disponibilizar o excedente na rede pública.

O Projeto preve a instalação de painéis solares fotovoltaicos no teto do prédio e ou em torno da fachada, incorporando os materiais aplicados no conjunto da arquitetura. Para o funcionamento, as células solares convertem diretamente a energia do sol em energia elétrica de forma estática, silenciosa, não-poluente e renovável.

A prefeitura de Campinas apresentou a proposta de parceria à CPFL Energia. Estudos de viabilidade serão levantados para usar a energia solar, tanto para iluminação do prédio, como para o funcionamento de aparelhos e equipamentos.

Com relação aos investimentos, Rogério Menezes salienta que, com a implementação do projeto, em um curto espaço de tempo, os custos serão cobertos gerando energia barata e limpa para o poder publico e uma produção excedente destinada à rede de energia da cidade. Outro forte argumento do secretário é que a proposta se enquadra em dois programas que Campinas está inserida: o Cidades Sustentáveis e o Cidades Inteligentes. Ambos visam a redução das emissões de gases de efeito estufa, o uso de energias alternativas e eficiência energética e trabalham com a formação de uma cidade do conhecimento.




Marcelo Cecchittini está revitalizando Francisco Morato

Marcelo-Cecchittini-esta-revitalizando-Francisco-Morato

O Prefeito de Francisco Morato, Marcelo Cecchittini (PV) está trabalhando acelerado nas obras de revitalização da cidade. Por meio da Coordenadoria Municipal de Trânsito, iniciou os serviços de manutenção nas faixas de pedestres e nas divisões de pista, em ruas e avenidas da cidade. No centro, as obras foram retomadas para concluir a canalização do córrego Tapera Grande e o aterro onde será implantado o calçadão, em frente à Estação da CPTM.

Marcelo-Cecchittini-esta-revitalizando-Francisco-Morato1

A obra do novo calçadão está sendo feita no largo onde havia a antiga Praça Juvenal Hartmann, próxima ao cruzamento entre a Rua Gerônimo Cayetano Garcia e a José Benedito Ryan, no Centro. O local irá abrigar o Boulevard Manoel A. Riveiro, conforme descrito no projeto de Revitalização.

Marcelo-Cecchittini-esta-revitalizando-Francisco-Morato2

Trabaladores e maquinários da secretaria de obras do município estão nas ruas para dar andamento a “Operação Tapa Buraco” que a cada dia amplia o atendimento. Já foram mais trinta (30) ruas a receber as melhorias que, para cada cinco quilômetros de vias recuperadas, vinte toneladas de massa asfáltica são utilizados.

Marcelo-Cecchittini-esta-revitalizando-Francisco-Morato3

 

A secretaria de obras também está providenciando a substituição de tampas de caixas de inspeção nos bairros após alguns transtornos notificados por moradores. Cincoenta novas tampas serão instaladas na região da Vila Espanhola e Jardim Rosas.




Bacia 10 forma conselho regional e escolhe coordenadores

Em mais uma etapa de reuniões regionais pelo estado de São Paulo, representantes da direção estadual do Partido Verde referendaram, neste último sábado (18/05), com dezoito (18) cidades presentes, o processo de reorganização política e administrativa da Bacia 10, realizado na Cidade de Campinas.

A Bacia 10 é composta por vinte e duas cidades situadas nas regiões bragantina, serra do Japi (Jundiaí) e grande Campinas, com um colégio aproximado de 1,92 milhões eleitores. Nas últimas eleições, no somatório da bacia, o PV sufragou 3,44% dos votos válidos para os cargos majoritários (prefeitos) e 8,49% dos votos válidos para os cargos legislativos (vereadores). Elegeu quatro (prefeitos), quatro (4) vice-prefeitos e trinta e um (31) vereadores.

Bacia-10-forma-conselho-regional-e-escolhe-coordenadores

Além do atual presidente estadual do PV-SP, Marco Antonio Mroz, estiveram presentes ao evento o deputado estadual Beto Trícoli, o vice-presidente estadual da legenda, Marcos Belizário, o secretário estadual de comunicação, Claudio Turtelli, o secretário estadual de organização, Arnaldo Juste, os membros do Diretório estadual, Walter Tesch e Tania Ferreira, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários de governos e ativistas. A recepção ao colegiado ficou por conta do vereador Luiz Rossini e do dirigente nacional e atual secretário de meio ambiente de Campinas, Rogério Menezes.

Bacia-10-forma-conselho-regional-e-escolhe-coordenadores 1

Tomando por base as novas regras definidas pela direção estadual da legenda, foi constituído um conselho regional composto por todas as cidades pertencentes a Bacia 10. Um consenso entre todos os presentes referendou a escolha de nove (9) coordenadores regionais que, entre outras atribuições, junto com o Conselho Regional bacia, irão selecionar os candidatos que, em 2014, formarão as listas do Partido Verde para os cargos legislativos. A cota parte da Bacia 10 será de seis (6) candidatos à Câmara Federal e nove (9) candidatos disputando as cadeiras para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Bacia-10-forma-conselho-regional-e-escolhe-coordenadores 2

Foram escolhidos como coordenadores da Bacia 10, para o biênio 2013/2014, os seguintes dirigentes: Dr. Simões, de Itatiba (escolhido também como o porta-voz dos coordenadores junto a executiva estadual); Eduardo Palhares, de Jundiai; Ernaldo de Melo, de Varzea Paulista; Hamilton Lombardi, de Indaiatuba, Jaime Cruz, de Vinhedo; Luiz Rossini, de Campinas; Marilda Moraes, de Campo Limpo Paulista: Rita Valle, de Bragança Paulista e Waldirene Ricanelo, de Joanópolis.