Nova Campina ganha ônibus escolar com ajuda do Deputado Ulysses Tassinari

destaque 0002

Ulysses Tassinari (PV), acompanhado por uma comitiva multipartidária de vereadores de Nova Campina formada por Nilceia Cardoso de Almeida Andrade, Marcelo Alfredo de Oliveira e Heber Rodrigues de Proença, conseguiu com o secretário estadual da Educação, Herman Voorwald, um micro-ônibus para transporte escolar, veículo que pode ser usado tanto na área urbana quanto rural.

A notícia dada pelo secretário deixou todos muito satisfeitos.

“O deputado é uma pessoa que entende o papel da educação para a formação das crianças, dos jovens e sempre que vem traz demandas muito corretas da sua região, de municípios que são parceiros do Estado e que cumprem um papel fundamental na educação”, disse o secretário.

Voorwald falou ainda sobre o andamento do trabalho de implantação da creche-escola em Nova Campina.

Já os vereadores aproveitaram o encontro para entregar o pedido de construção de uma escola, solicitação que será analisada pela área técnica da secretaria. “O professor Herman conduz a secretaria com muita competência, além de ser bastante sensível às demandas dos municípios e ser muito claro e transparente ao tratar das solicitações apresentadas. O que é muito positivo”, declarou Tassinari.




Deputado Reinaldo Alguz é homenageado como Cidadão honorário de Álvares Machado

destaque 0001

Reinaldo Alguz (PV) recebeu o título de Cidadão Honorário de Álvares Machado em cerimônia realizada, em 22/3, no plenário da Câmara local. A prefeita em exercício, Francis Policate, propôs essa homenagem durante seu mandato de vereadora.

Alguz agradeceu aos vereadores da legislatura passada e aos atuais pela iniciativa da homenagem, que lhe confere uma responsabilidade ainda maior junto à população.

Para Francis, prestar essa homenagem ao deputado é uma forma de reconhecer seu esforço em prol daquele município. Ela ainda ressaltou a importância de contar com o apoio de Alguz para o desenvolvimento de Álvares Machado.

A solenidade contou com a presença de todos os vereadores, de outras autoridades e da população machadense.




Partido Verde encampa a luta pela compostagem na Prefeitura de São Paulo

00002

Segundo o portal da Prefeitura de São Paulo, a cidade gera cerca de 18 mil toneladas de lixo diariamente. Só de resíduos domiciliares são 10 mil toneladas por dia. E mais da metade são resíduos orgânicos.

O atual sistema de coleta e destinação envolve o transporte dos resíduos por grandes distâncias pelas vias públicas, poluição gerada pelos caminhões coletores, sobrecarga nos aterros e desperdício de matéria-prima.

Diante disso a Prefeitura de São Paulo apresentará o Programa de Metas para a gestão do Prefeito Fernando Haddad. Esse documento definirá as prioridades nos quatro anos de governo e estamos bastante empenhados em fazer a compostagem acontecer de fato na nossa cidade. Solicitamos seu apoio para que as propostas do Grupo Pró-Viabilização da Compostagem em São Paulo sejam incluídas no Programa de Metas do município. Contamos com sua colaboração assinando e divulgando essa campanha!
http://www.avaaz.org/po/petition/Compostagem_no_Programa_de_Metas_da_Prefeitura_de_Sao_Paulo/?cmIILab

Propostas de Metas

Compostar 30% dos resíduos orgânicos gerados no município, até 2016, incentivando iniciativas locais e descentralizadas e a compostagem domiciliar;

Implantar pelo menos 1 Pátio de Compostagem por Subprefeitura, para resíduos de madeira, podas de árvores e capina – (LEI PAMPA – 14.723/2008);

Implantar o Programa Feira Limpa em todas as feiras livres da cidade;

Realizar uma campanha educativa/ano, com ampla divulgação, para redução no desperdício de alimentos;

Implantar sistemas de compostagem em pelo menos 20% dos equipamentos públicos municipais (mercados, postos de saúde, parques e praças, por exemplo), integrados a hortas urbanas;

Implantar pátios de compostagem e/ou vermicompostagem, nas escolas municipais, transformando em adubo pelo menos 80% das sobras de cozinha e resíduos de jardinagem gerados no local;

Realizar compras públicas de composto orgânico produzido na cidade. Até 2016, 30% do adubo adquirido pela Prefeitura deve ser de composto orgânico produzido na cidade.

O Grupo Pró-Viabilização da Compostagem na Cidade de São Paulo existe desde 2012 e tem discutido propostas para fazer da compostagem uma realidade na cidade. O grupo reúne instituições e pessoas que praticam a compostagem em seus projetos e, para enriquecer o debate sobre o tema, realizou o Seminário de Compostagem na Cidade de São Paulo: Gestão Adequada dos Resíduos Orgânicos, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo em agosto de 2012.

Seu apoio fortalecerá essa solicitação de inclusão nas metas propostas no Programa de Metas da gestão da Prefeitura de São Paulo até 2016!
Ajude a transformar a realidade da gestão dos resíduos orgânicos da cidade de São Paulo!
Assine e divulgue a petição para seus amigos!

O Partido Verde, o Grupo Pró-Viabilização da Compostagem em São Paulo e a cidade gradecem a sua participação e divulgação!

http://www.avaaz.org/po/petition/Compostagem_no_Programa_de_Metas_da_Prefeitura_de_Sao_Paulo/?cmIILab

Fazem parte do Grupo Pró-Viabilização da Compostagem em São Paulo:

   

   

 

 

 




PV aposta em programa verde para disputar eleição presidencial em 2014

PennaPenna, presidente do PV

Presidente nacional do Partido Verde (PV), o deputado federal José Luiz de França Penna (SP) diz que a sigla está preparada para o pleito eleitoral em 2014. Em entrevista para o Jornal Correio Paulista – edição 15/3, Penna destaca sua eleição à presidência da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, cita nomes para disputar a presidência da república no ano que vem, comenta sobre as candidaturas na região Oeste de São Paulo aos cargos de deputados federal e estadual, fala da posição do PV em relação ao surgimento de novos partidos e finaliza a entrevista comentando a participação do PV nos governos Alckmin (PSDB) e Haddad (PT).

Com sua escolha para presidir a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) da Câmara dos Deputados quais serão as principais metas de sua atuação?

Penna – Primeiro quero deixar claro que não pleiteei a presidência. Essa decisão dos deputados apenas reconheceu o esforço do partido, em 2012, com Sarney Filho à frente da Comissão. Fui convidado para a presidência para que permanecesse a qualidade dos trabalhos que já vinham sendo feitos. Também foram eleitos na mesma chapa os deputados Sarney Filho (PV-MA) como primeiro vice-presidente e Antônio Roberto (PV-MG) como terceiro vice.

Em 2013, vamos continuar as discussões dos temas que interessam toda a sociedade e que afetam a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente visando sempre o desenvolvimento sustentável.

Os desafios da Comissão continuam e são muitas as intervenções a serem feitas, principalmente nas questões relacionadas às energias. Precisamos pensar em novas formas de matrizes energéticas como eólica e solar e, também, precisamos investir nacionalmente em energias alternativas.

Outra preocupação nossa está relacionada com a defesa das florestas e das águas. Não podemos permitir o desmatamento desenfreado e o envenenamento dos nossos rios com o lançamento, por exemplo, de esgoto “in natura” em nossas águas, o que traz doenças e elimina espécies.

A questão indígena também é nossa prioridade. É um tema muito complexo envolvendo ruralistas, lideranças de vários segmentos, produtores, empresários e a questão da construção de hidrelétricas.

O PV terá nome para disputar novamente a Presidência da República, em 2014?

Penna – O PV ainda não tem um nome definido para disputar a próxima eleição presidencial, mas temos alguns nomes como do ex-deputado Fernando Gabeira que é o primeiro de nossa lista, no entanto ele ainda está avaliando.

Há outros nomes à disposição. Na Bahia, temos a vice-prefeita da cidade de Salvador, Célia Sacramento, que tem feito um bom trabalho e luta pelo fim das desigualdades social e racial.

É preciso lembrar que o candidato a presidente deve estar lincado com a disputa pelo governo do Estado de São Paulo. Porém, antes de definirmos o nome para disputar a presidência da República estamos criando um programa de governo verde para o Brasil.

Gabeira2Fernando Gabeira, jornalista e escritor

 

Com a eleição de prefeitos do PV em Jandira e Itapevi, como o senhor vê o lançamento de candidatos fortes a deputado estadual e federal na região Oeste?

Penna – Nas últimas eleições municipais, quanto aos candidatos, o PV saiu fortalecido, isto se pensarmos na ampliação da sigla na grande São Paulo. Agora será preciso trabalhar para aumentar ainda mais esse cenário.

Em relação ao lançamento de candidatos em 2014, nosso desejo é que cada cidade da região ajude a compor a lista própria e completa de candidatos da Bacia 6. A candidatura nesses municípios é uma boa estratégia, mas vale lembrar que cada região/bacia tem a sua quota de candidatos e deve cumprir essa meta. Queremos uma chapa eficiente. O PV vai continuar fazendo uma campanha eleitoral criativa e limpa.

O surgimento de novos partidos com bandeira ecológica pode ser obstáculo a um crescimento maior do Partido Verde?

Penna – De maneira nenhuma os novos partidos são obstáculos para o crescimento do PV, pelo contrário. O futuro da humanidade, e das espécies, está voltado para a questão ambiental. Esse tema, cada vez mais, é considerado urgente e importante para a sociedade, porque precisamos repensar a relação estabelecida entre a natureza e o uso dos recursos naturais disponíveis.

O surgimento de novos partidos indica o fortalecimento da democracia e indica que nós estamos vivendo um período político mais saudável. É bom que surjam partidos com bases ideológicas semelhantes às do Partido Verde.

O PV surgiu há quase 30 anos com uma visão de transformação e nossa ideologia está voltada para a ecologia e para o desenvolvimento sustentável, mas também defendemos temas distintos e amplos como a diversidade sexual e religiosa. Também somos contra toda forma de violência.

O PV paulista tem cargos no governo de Geraldo Alckmin (PSDB) e no governo Fernando Haddad (PT). Isso causa algum constrangimento para o senhor?

Penna – Não. Na verdade isso reflete o crescimento do PV nas casas correspondentes. Somos a terceira maior bancada na Assembleia Legislativa paulista com sete deputados estaduais. Na capital, temos quatro vereadores muito ativos.

Temos a Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, dirigida por Edson Geriboni, e a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, com o engenheiro Ricardo Teixeira.

Apesar de termos essas duas secretarias isso não quer dizer que temos a obrigatoriedade de apoiar a totalidade das ações dos governos. O PV tem autonomia na tomada de decisões. Manteremos sempre o espírito democrático e de negociação, buscando o melhor para todos.

Bacia 6 deverá lançar 15 candidatos em 2014

Conforme orientação do Diretório Estadual do PV, a Bacia 6, composta por 13 municípios (Osasco, Carapicuiba, Jandira, Barueri, Itapevi, Santana de Parnaiba, Cajamar, Pirapora do Bom Jesus, Cotia, Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecirica da Serra e Embu Guaçu), deverá lançar 9 candidatas e candidatos à Assembleia Legislativa, sendo um mínimo de 3 mulheres; e 6 candidatas e candidatos à Câmara dos Deputados, com um mínimo de 2 mulheres.

Carlos Marx, da atual equipe de coordenação da Bacia 6 e membro da direção estadual do partido, diz que muitos militantes e ex-candidatos à vereança em 2012 têm manifestado interesse em uma candidatura. Nos próximos dias, a estadual vai definir datas para as bacias se reunirem e encaminharem o processo de acerto de candidaturas.

Fonte: Site do PV Osasco-SP




História do Dia Mundial da Água

Historia-do-Dia-Mundial-da-agua2

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.

Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) esta sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.

No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar idéias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.

Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.
Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.
Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. 

Você sabia?
– A Unesco estabeleceu que 2013 é o Ano Internacional de Cooperação pela Água.




O PV da Capital convida toda militância para a Primeira Reunião Ordinária da Capital de São Paulo em 2013 neste fim de semana

PARTIDO VERDE – PV

COMISSÃO EXECUTIVA MUNICIPAL

SÃO PAULO – SP

PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CAPITAL DE SÃO PAULO EM 2013

avenida-paulista-sp1

O Presidente da Comissão Executiva Municipal da Cidade de São Paulo, conjuntamente com o Secretário de Organização, têm a honra de convidar a todos os integrantes da Executiva Municipal, do Conselho Político Municipal, do Conselho Fiscal, da Comissão de Ética, do Consulado Jurídico e a Todos os Militantes Verdes da Cidade de São Paulo, para a Primeira Reunião Ordinária do Colegiado dirigente do Partido Verde em São Paulo – SP, a qual será realizada a partir das 14:00 horas do sábado, 23 de presente, no Salão Nobre da Câmara dos Vereadores de São Paulo.

Na ocasião será prestado um amplo informe sobre o quadro político nacional, estadual e municipal e, na sequência, delineado o Plano Geral de Trabalho a ser executado em 2013, especialmente o início da construção da nossa lista de Candidatos Majoritários e Proporcionais que disputarão a jornada eleitoral que se realizará em outubro de 2014.

Aproveitamos o ensejo para comunicar a toda militância verde capitalina que, em decisão proferida no dia de hoje, o colendo Tribunal Superior Eleitoral – TSE homologou a vitória do nosso histórico militante, Carlos Eduardo Vieira Ribeiro, o qual se torna assim PREFEITO MUNICIPAL DE CAMPINA DO MONTE ALEGRE, a primeira cidade brasileira governada por um Prefeito Verde, recordamos que o mesmo foi eleito em 1992.

São Paulo, 5 de março de 2013. 

Abraços Verdes, Carlos Camacho Presidente PV SP/SP

Hélio Amorim

Secretário de Organização PV SP/SP

 

Maiores informações:

Assessoria de Comunicação
Partido Verde da Capital SP
(11) 3467-0343

www.pvspcapital.org.br




Deputados se reúnem para tratar da Jornada da Juventude

Deputados-se-reunem-para-tratar-da-Jornada-da-Juventude
Deputados se reúnem para tratar da Jornada da Juventude. Nesta quarta- feira, 20/3, foi realizada reunião da frente parlamentar da Pré-Jornada da  Juventude, que acontecerá em São Paulo entre os dias 15 e 21/7. Estiveram presentes os deputados Reinaldo Alguz (PV), Afonso Lobato (PV), Ed Thomas (PSB) e o padre André Torres e o responsável pelo setor de voluntariado do Santuário São Judas, Enrico Molleca.
 
Durante a reunião, foram abordados assuntos de infraestrutura para o lançamento da jornada na Assembleia Legislativa. Também deverá acontecer uma audiência pública com a presença do prefeito Fernando Haddad e do secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, no dia 2/4, para debater o tema.



Segurança Pública: Deputado Beto Trícoli pleiteia reforços para Atibaia

Deputado-Beto-Tricoli-pleiteia-reforcos-para-Atibaia

Deputado Beto Trícoli (PV) e os vereadores Paulo Catta Preta (PV), Daniel Martini (PDT), Fabiano Batista de Lima (PSB) e Paulo de Jesus (PSB) discutiram com o secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Grella Vieira, a implantação de delegacia da polícia da mulher, construção de nova sede de delegacia de polícia, ampliação do número de delegados, aumento do efetivo da Polícia Militar e a implantação da função delegada em Atibaia.

Durante o encontro, os vereadores ressaltaram a necessidade do aumento do número de policiais nas ruas da cidade. Eles justificaram que os índices de criminalidade aumentaram significativamente. Para os vereadores, a solução do problema passa pela destinação de mais policiais para a rua.

De acordo com o secretário Fernando Grella Vieira, a secretaria trabalha na reestruturação das delegacias de polícia. A ideia é agrupá-las, a partir de uma série de critérios com o objetivo de  compartilhar uma mesma estrutura física e reduzir o número de policiais executando rotinas administrativas. “Entendemos que  desta forma podemos otimizar nosso efetivo e mandar mais policiais para rua, que é o desejo da população”, destacou o secretário. Grella disse ainda que o Estado deve anunciar em breve um novo concurso público para a contratação de mais policiais e garantiu ainda que a Polícia Civil reforçará o atendimento à Atibaia com o intuito de reduzir os índices de criminalidade.

Delegacia da Mulher

Em relação à delegacia da mulher em Atibaia, o deputado Beto ressaltou a necessidade deste tipo de unidade na cidade, para garantir, principalmente, atendimento mais especializado e humanizado às mulheres. De acordo com o secretário, o Estado trabalho para ampliar estas delegacias. “É uma área que de fato precisa ser atendida. Estamos trabalhando para ampliar a quantidade de delegacias da mulher, principalmente nas cidades maiores. Estamos fazendo planejamento para a implantação”, disse o secretário.

Nova delegacia

A construção do novo prédio da delegacia de polícia em Atibaia também foi discutida durante a reunião. Os vereadores Daniel Martini e Paulo Catta-Preta ressaltaram que quando foram chefes de gabinete – eles ocuparam o cargo na gestão do Dr. Denig – trataram da doação de área da Prefeitura para o Estado a construção do novo prédio. A atual delegacia funciona em um prédio alugado, que tem as despesas custeadas pela Prefeitura e Estado. A parceria iniciou quando o deputado Beto Trícoli era prefeito. O secretário já solicitou a planta da Nova Delegacia ao departamento técnico e diz que irá incluir a construção da nova unidade no planejamento financeiro da Pasta.

Função delegada

A implantação da operação delegada em Atibaia também foi discutida. O secretário lembrou que após a aprovação da lei que autoriza que policiais militares em folga prestem serviços às Prefeituras pela Assembleia no segundo semestre do ano passado – que contou com o voto favorável do deputado Beto Trícoli, cada vez mais municípios paulistas estão assinando convênio com o Estado. “A ideia é que todas as cidades do Estado formalizem convênio com o Estado”, disse o secretário.

Para o deputado Beto Trícoli, a operação delegada é uma medida importante por garantir, além de policiamento nas ruas, que os policiais trabalhem fardados, com viaturas e os equipamentos fornecidos pelo estado, ao contrário dos tradicionais “bicos”: policiais não-fardados, sem equipamentos, prestam serviços, geralmente à empresas privadas, não à população.

Apenas Polícia Militar, por enquanto, possui lei que autoriza a Operação Delegada. 




PV Mulher realiza Encontro Nacional em Brasília

PV-mulher- -encontro-nacional-480x381

A Secretaria Nacional do PV Mulher realiza no próximo dia 23 de março, na sede do PV em Brasília, o ‘Encontro Nacional do PV Mulher’. Mulheres Verdes de todos os Estados são esperadas para um dia de programação e intenso debate sobre o papel e ações políticas do gênero.

Na parte da manhã, a Secretária Nacional do PV Mulher, Shirley Torres de Araújo, apresenta o Projeto “Batom na Política”, logo haverá o planejamento das capacitações e encontros regionais.

Segundo Shirley Torres, o ano de 2013 foi escolhido como o ano da formação e mobilização. “Nós mulheres verdes entramos numa luta pelo “Batom na Política”. Como Secretária Nacional, estarei no debate para estimular a articulação das mulheres pelo Brasil e obviamente espero que o resultado desta luta seja a eleição de, no mínimo, uma deputada Federal e uma estadual em cada estado brasileiro”.

Na parte da tarde as representantes verdes que participarão do encontro serão apresentadas e todas terão um treinamento para uso do site do PV mulher (www.pvmulher.com.br) que entrou no ar no dia 08.03.2013. A escolha para data de lançamento do site foi pensada a partir da comemoração do dia internacional da mulher como símbolo da luta feminina por maior espaço social.

Ainda durante a programação da tarde haverá a apresentação do esboço da cartilha de divulgação e mobilização do PV mulher e a escolha de três mulheres que serão homenageadas na cartilha.

A vice-prefeita de Salvador, Célia Sacramento (PV. BA), a deputada federal Roseana Ferreira (PV. PR) e todas as mulheres que representam a executiva nacional e estadual estarão presentes. 

Agenda 

O que: Encontro Nacional do PV mulher

Quando: 23.03.2013 (sábado)

Horário: 08hs às 17hs

Onde: Sede Nacional do PV

Informações: 61 3366-1569

A programação detalhada do evento abaixo

08:30 h – Café da manhã no hotel

09:30 h – Deslocamento para Sede PV

10:00 h – Chegada

10:30 h – Início dos trabalhos

– Apresentação do Projeto “Batom na política” pela Secretária Nacional – Professora Shirley Torres de Araújo;

– Planejamento  das capacitações e encontros regionais

12:30 h –  Almoço e definição das representantes regionais

14:00 h – Retorno aos trabalhos com apresentação das representantes regionais;

14:30 h – Capacitação para uso do site PV Mulher

15:30 h – Apresentação da boneca da cartilha de divulgação e mobilização do PV Mulher e escolha das 3  mulheres que serão  homenageadas na cartilha;

17:00 h – Distribuição do material PV mulher e encerramento – Saída para aeroporto

Fonte : Secretaria Nacional de Comunicação do PV




Lideranças do Partido Verde se encontram em Cananéia para fazer um resumo das eleições municipais 2012 da Bacia 09 e traçar as metas para 2014.

389773 324849530951401_1746097388_nO Presidente Estadual do PV, Marco Antônio Mroz fala aos membros da bacia 09.

O encontro contou com a presença do Presidente Nacional do Partido Verde José Luiz Pena, do Presidente Estadual do Partido Verde-SP Marco Antônio Mroz e de Arnaldo Juste Jr, Secretário de Organização.

Ainda estavam presentes, a Deputada Estadual Regina Gonçalves, o Secretário Municipal do Verde e Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo, Ricardo Teixeira, do coordenador da Bacia 09 Willian Lancellotti, como todos os presidentes municipais do PV no litoral paulista e vale do ribeira.

No encontro, cada presidente municipal fez um resumo da atuação do PV no seu município e apontou as questões pertinentes da região. Segundo André Cavallero Presidente do PV São Vicente “ Voltei revigorado deste encontro, pudemos apresentar o nosso trabalho e os projetos em andamento, estreitar os laços com a nossa direção estadual e nacional e também acabar com os boatos que se espalhavam pela nossa cidade, agora é focar em 2014 e continuar crescendo dentro do nosso estimado Partido”.

Para O Presidente Estadual do Partido Verde, Marco Antônio Mroz a reunião representou uma “singular oportunidade de fortalecimento do Partido Verde nesta importante região do estado, que se prepara para alçar vôos ousados nas eleições de 2014. O momento é de formação e valorização dos nossos quadros políticos, com mais força para atingirmos com seriedade os grandes desafios que pretendemos.”